Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

diplomacia

Paraguai rejeita sanção do Mercosul, diz chanceler

  • afp
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

O Paraguai rejeita a sanção imposta por Brasil, Argentina e Uruguai de separá-lo temporariamente do Mercosul, qualificando-a de ilegal, informou esta sexta-feira (29) o ministro de Relações Exteriores, José Félix Fernández Estigarribia.

O Mercosul decidiu esta sexta-feira, na cúpula de Mendoza, na Argentina, suspender o Paraguai do bloco até que realize eleições em abril de 2013, ao mesmo tempo em que anunciou que a Venezuela, cujo ingresso na organização estava emperrada no Congresso paraguaio, será membro pleno a partir de 31 de julho.

O Senado paraguaio destituiu na sexta-feira, 22 de junho, o presidente Fernando Lugo, após um julgamento político sumário por mau desempenho de suas funções. Os governos de seus parceiros do Mercosul consideraram que o fato constituía uma ruptura da ordem democrática e por isso tomaram a iniciativa de sancionar o novo governo paraguaio.

"A decisão é ilegal, ilegítima e violatória do devido processo. Carece de validade moral e material. No Paraguai não ocorreu uma ruptura da ordem democrática. Está em plena vigência. Os direitos e liberdades estão garantidos", afirmou Fernández ao ler um comunicado.

Ele acrescentou que o Paraguai "vai promover as ações que correspondam para tornar (a sanção) sem efeito".

"Todas as decisões que o Mercosul tome sem a representação do Paraguai carecem e carecerão de validade jurídica e não obrigarão o país", manifestou o chanceler paraguaio.

Ele acrescentou que o governo do Paraguai "condena que os outros Estados-membros (Brasil, Argentina e Uruguai) tenham sancionado o governo e o povo paraguaio a incorporar um novo membro pleno do Mercosul (a Venezuela) antes de finalizar os trâmites legislativos correspondentes", pontuou.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Mundo

  1. Michelle Martinez pode ficar até 70 anos na cadeia | Reprodução Fox News

    ESTADOS UNIDOS

    Mulher trans pode pegar até 70 anos de prisão após estupro de criança em banheiro

  2. Maduro disse que para governadores da oposição terem assumido mandato era simples, “acatar sim ou sim

    venezuela

    Maduro impede posse de governadores não aliados e oposição mostra evidência de fraude eleitoral

  3. Impasses envolvendo governo e oposição espanhola têm levado milhares de manifestantes para as ruas de Barcelona | PAU BARRENA/AFP

    SEPARATISMO

    Governo da Espanha e oposição concordam com eleição em janeiro na Catalunha

PUBLICIDADE