Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

Lava Jato

Lula tem R$ 9 milhões em planos de previdência bloqueados por ordem de Moro

Brasilprev Seguros anunciou sequestro dos valores de dois planos previdenciários do petista via ordem judicial. Contas bancárias e imóveis do ex-presidente já tinham sido bloqueados

  • Tabata Viapiana, especial para a Gazeta do Povo
 | Marcelo Andrade/Gazeta do Povo
Marcelo Andrade/Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Em cumprimento a uma decisão do juiz Sergio Moro, o Brasilprev Seguros e Previdência comunicou nesta quinta-feira (20) o bloqueio de aproximadamente R$ 9 milhões de dois planos de previdência privada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O dinheiro estava em programas distintos: um individual, em nome do próprio petista, com R$ 1.848.331,34; e outro empresarial, referente à Lils Palestras, uma empresa do ex-presidente, que estava com saldo de R$ 7.190.963.75. O Brasilprev informou que aguarda uma manifestação do juiz: se os valores devem permanecer bloqueados ou devem ser transferidos para uma conta judicial.

O pedido de bloqueio do dinheiro de Lula foi feito em 4 de outubro de 2016 pelo Ministério Público Federal em medida assecuratória de arresto e sequestro. No pedido, o MPF afirmou que, após assumir a Presidência da República, ‘Lula comandou a formação de um esquema delituoso de desvio de recursos públicos destinados a enriquecer ilicitamente, bem como, visando à perpetuação criminosa no poder, comprar apoio parlamentar e financiar caras campanhas eleitorais’.

Alegando “prudência”, Moro só determinou o confisco dos recursos após proferir a sentença contra Lula, condenado no último dia 12 a nove anos e meio de prisão por crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Além dos planos de previdência privada, a decisão do juiz também levou ao bloqueio de R$ 606 mil que estavam em quatro contas bancários do ex-presidente, três apartamentos e um terreno, todos em São Bernardo do Campo, na grande São Paulo, e mais dois veículos.

O limite do confisco de bens e recursos de Lula, segundo a decisão de Moro, não deve ultrapassar R$ 10 milhões.

Leia ofício encaminhado ao juiz Sergio Moro:

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Política

PUBLICIDADE