Blog / 

Rodrigo Constantino
Rodrigo Constantino

Um blog de um liberal sem medo de polêmica ou da patrulha da esquerda “politicamente correta”.

Artigos

Grupo GLOBO insiste em colocar ideologia no lugar de jornalismo: o crime é do “adolescente”, porra!

É cansativo. Não temos mais jornalistas, com raras exceções. O que temos em seu lugar é um bando de militantes com uma visão limitada e ideológica de mundo, que tentam impor aos leitores. As inversões são frequentes demais, a subversão de valores é total, e o resultado é a desinformação.

Em nome do politicamente correto, o sujeito costuma ser ocultado das manchetes quando quem comete crime ou atentado terrorista é muçulmano, ou seja, quase sempre. Já temos inúmeros “caminhões assassinos”, um caso que tornou a ficção dos Transformes em realidade na cabeça dessa turma. Se acha que exagero, veja esse trecho de uma notícia de ontem no GLOBO:

blog

Pois bem: além de “caminhões assassinos”, temos também marginais que se transformam apenas em “adolescentes”, mesmo quando cometem o quarto crime no mesmo local, e um proprietário que consegue eliminar o marginal em legítima defesa sendo transformando em… criminoso! Isso mesmo! Vejam essa manchete do G1, do grupo GLOBO:

blog

Para a turma do G1, um "anjinho" que foi cruelmente assassinado por um criminoso.

Para a turma do G1, um “anjinho” que foi cruelmente assassinado por um criminoso.

Mais um homicídio foi registrado em menos de 24h no bairro Porto Alegre, Zona Sul de Teresina. Desta vez, um adolescente de 16 anos morreu com tiro na nuca na noite no início da noite de segunda-feira (9), quando tentava roubar uma casa, o dono reagiu e atirou contra o menor.

“O dono da casa já tinha ameaçado o adolescente, porque ele já tinha roubado outras três vezes a sua residência. Nessa segunda-feira, o menor teria tentado novamente o crime, quando foi surpreendido pelo proprietário armado, que reagiu e atirou no assaltante”, relatou o sargento Raimundo Nonato, da 2ª Companhia Independente da Polícia Militar.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e ainda chegou a realizar alguns procedimentos ainda no local, mas o adolescente não resistiu e morreu. Conforme o sargento, o menor tem várias passagens pela polícia por roubo e tráfico de drogas. O dono da casa fugiu após o crime e até a manhã desta terça-feira (10) não tinha sido localizado.

Homicídio? Crime? O homem precisa fugir? Só mesmo num país como o Brasil, dominado por essa imprensa “progressista” que trata bandido como “vítima da sociedade” e quem reage ao crime em legítima defesa como bandido. Então o homem deveria simplesmente aceitar ser roubado, permitir o assalto constante do “di menor”? É isso que esses “jornalistas” e “intelectuais” no fundo esperam?

Bom, é nesse país que um turista americano, quando consegue reagir a uma tentativa de assalto e espancar o marginal, acaba preso na delegacia, em vez de receber uma medalha de honra por bravura. Depois ficam todos perplexos com a criminalidade descontrolada, com a ousadia dos bandidos, com a população ordeira totalmente acuada, e sem poder inclusive ter com maior facilidade uma arma para sua defesa.

Os americanos são mesmo muito “otários”! Ainda bem que no Brasil sobra tanta “malandragem”, não é mesmo?

Rodrigo Constantino

PUBLICIDADE

Sobre / 

Rodrigo Constantino
Rodrigo Constantino

Economista pela PUC com MBA de Finanças pelo IBMEC, trabalhou por vários anos no mercado financeiro. É autor de vários livros, entre eles o best-seller “Esquerda Caviar” e a coletânea “Contra a maré vermelha”. Contribuiu para veículos como Veja.com, jornal O Globo e Gazeta do Povo. Preside o Conselho Deliberativo do Instituto Liberal.

Saiba Mais

Arquivos

informe seu email e receba nosso conteúdo gratuito