Blog / 

Rodrigo Constantino
Rodrigo Constantino

Um blog de um liberal sem medo de polêmica ou da patrulha da esquerda “politicamente correta”.

Artigos

Lula, digo, Joesley acusa Temer de ser líder da mais perigosa quadrilha

0

O empresário Joesley Batista, um dos donos do grupo JBS, disse à revista Época que o presidente Michel Temer (PMDB) é o líder da “maior e mais perigosa organização criminosa do Brasil”. A entrevista à publicação foi a primeira dada por ele desde que voltou ao Brasil depois de um período no exterior. Batista saiu do país depois de fechar uma delação que estremeceu o governo do peemedebista e voltou nesta semana.

Na organização criminosa liderada por Temer, Joesley também inclui Eduardo Cunha (ex-presidente da Câmara, preso em Curitiba), Geddel Vieira Lima (ex-ministro de Temer, que caiu por acusações de corrupção), Henrique Eduardo Alves (ex-ministro de Temer, preso no começo de junho), Eliseu Padilha (ministro-chefe da Casa Civil) e Moreira Franco (ministro da Secretaria-Geral da Presidência). O dono da JBS os descreve como “turma” que é “muito perigosa”, ressaltando que nunca teve coragem de brigar com eles e que, caso se “baixe a guarda”, eles “não têm limites”.

Agora vamos analisar o que aconteceu: o dono da JBS, a maior fonte de corrupção do país, como vimos, deixando até a Odebrecht para trás, denunciou o atual presidente, o vice eleito pelos petistas, de ser o chefe da maior quadrilha política do país. A JBS, não custa lembrar, que se tornou um império justamente durante o governo petista, e que levantava suspeitas de que tinha o próprio filho de Lula como sócio oculto.

A mesma JBS que recebeu bilhões do BNDES durante a gestão do petista Luciano Coutinho. Essa JBS, que deve quase tudo a Lula, resolveu acusar, na figura de seu dono, Temer de ser o chefe da quadrilha. E ninguém ri! E isso é dito como coisa séria e publicado como capa de revista, por um grupo que claramente tem feito de tudo para derrubar Temer, poupando o próprio Lula. E eis a singela modificação que temos, então, com essa declaração bombástica do amigo de Lula:

O Brasil não é para amadores mesmo. Até porque piadas são contadas como se fossem coisa séria. Aí, como levar o país a sério?

Rodrigo Constantino

PUBLICIDADE

Sobre / 

Rodrigo Constantino
Rodrigo Constantino

Economista pela PUC com MBA de Finanças pelo IBMEC, trabalhou por vários anos no mercado financeiro. É autor de vários livros, entre eles o best-seller “Esquerda Caviar” e a coletânea “Contra a maré vermelha”. Contribuiu para veículos como Veja.com, jornal O Globo e Gazeta do Povo. Preside o Conselho Deliberativo do Instituto Liberal.

Loading Facebook Comments ...
Loading Disqus Comments ...

Saiba Mais

Arquivos

informe seu email e receba nosso conteúdo gratuito