Blog / 

Rodrigo Constantino
Rodrigo Constantino

Um blog de um liberal sem medo de polêmica ou da patrulha da esquerda “politicamente correta”.

Artigos

Reinaldo Azevedo pode manjar de Machado de Assis, mas é um ignorante em história econômica

Para Reinaldo Azevedo, Lenin não foi de esquerda, pois adotou a NPE, com pitadas capitalistas.

Para Reinaldo Azevedo, Lenin não foi de esquerda, pois adotou a NPE, com pitadas capitalistas.

Não queria mais entrar nessa “pendenga” com Reinaldo Azevedo, mas me vejo obrigado a voltar ao tema após ouvir um trecho de seu programa na rádio hoje, no qual me ataca indiretamente, sem sequer a devida coragem ou dignidade de mencionar meu nome (tática típica da esquerda).

Após se vitimizar por vários minutos ou inverter tudo e acusar os outros de fazerem com ele o que ele tem feito com os outros, Azevedo me acusa de ser um “ignorante” por afirmar que o PT é, sim, um partido de esquerda, já que historicamente não haveria esquerda no poder ligada a empreiteiras e empresas capitalistas. Como é? Vejam, para acreditarem:

Pois bem: então quer dizer que pelo fato de o PT ter se associado a grandes empresas, a empreiteiras, isso faz dele algo diferente da esquerda, historicamente falando? Quem disse?

Reinaldo, você era professor de português de colégio, é claro que você decorou Machado de Assis para poder corrigir as provas dos seus alunos. Parabéns! Mas com toda a sinceridade: você é um ignorante econômico. Sou economista e disso eu acho que entendo um pouco mais do que você, que fala com muita arrogância de assuntos que não conhece. Seu Machado de Assis, que eu também li, deve tê-lo ajudado na carreira de professor de colégio, sem dúvida, mas você não leu, pelo visto, uma enorme lista de economistas e historiadores econômicos. Sua leitura econômica é de uma ignorância abissal. Como pode afirmar esse absurdo de forma tão petulante?

Eu pergunto para você que viu esse vídeo: quem você quer comentando economia, um economista de formação ou um professor de português de colégio? Será que a Jovem Pan está precisando de um “escola sem partido”? Isso já é doutrinação em nome de informação, gente. É muita desinformação!

Dizer que o PT não é de esquerda porque ele não teria sido fiel ao que diz a teoria esquerdista é o velho e surrado “deturparam Marx”, é o “socialismo verdadeiro nunca foi implementado”, é o discurso clássico do esquerdista, ou do trotskista, como ele mesmo se define. Reinaldo está nervoso porque mesmo pegando carona na Veja, na Folha, na RedeTV e na Jovem Pan, seus vídeos não são vistos por quase ninguém e quase todo mundo que vê é para xingar, por isso as áreas de comentários ficam agora restritas.

Agora vamos perguntar ao “sabe-tudo”: por acaso já ouviu falar na Nova Política Econômica, do tio Lenin? E Lenin não era de esquerda, porque decidiu fazer concessões aos capitalistas, que iriam vender-lhe a corda que seria usada para enforcá-los depois? Por acaso conhece o nacional-socialismo, de Hitler, que tinha conluio com grandes empresas? Você é daqueles que diz que o nazismo não era de esquerda, Reinaldo?

Vamos nos aproximar geograficamente e também no tempo: por acaso o “socialismo do século XXI” na Venezuela não contou com o apoio de empresários? Reinaldo Azevedo vai mesmo sustentar, com essa empáfia toda, que o PT não pode ser considerado de esquerda só porque se lambuzou com empreiteiras no poder?! Mas o fascismo de esquerda é exatamente isso, Reinaldo, do ponto de vista histórico: sindicalistas, partidos de esquerda e grandes empresários mancomunados contra o povo!

Diga-nos onde foi que o PT inovou nesse sentido, por favor! Diga-nos: onde foi que a esquerda não fez isso no poder?! Então a esquerda nunca chegou ao poder, é isso? Então era tudo… direita?! O PT, se não é um ícone da esquerda, é o quê: ícone da direita? Jogue uma luz sobre essa minha ignorância toda, ó sábio dos sábios! Porque isso, que eu não aprendi com meu professor de português na escola, preciso “aprender” com você…

PS: Como você, também tenho mais de um emprego. Escrevo para a IstoÉ, para a Gazeta do Povo, tenho um blog independente e sou presidente do Conselho do Instituto Liberal. O que faço não é “pedir esmolas” de Miami, mas sim utilizar instrumentos que as redes sociais permitem, como o Patreon, para preservar a minha independência, tendo milhares de “patrões”, em vez de poucos. Às vezes o sujeito tem até cinco empregos, mas precisa obedecer a poucos patrões, e não demonstra independência alguma. Você deveria tentar esses canais diretos com o público. Mas não sei se haveria muitos dispostos a ajudá-lo…

Rodrigo Constantino

PUBLICIDADE

Sobre / 

Rodrigo Constantino
Rodrigo Constantino

Economista pela PUC com MBA de Finanças pelo IBMEC, trabalhou por vários anos no mercado financeiro. É autor de vários livros, entre eles o best-seller “Esquerda Caviar” e a coletânea “Contra a maré vermelha”. Contribuiu para veículos como Veja.com, jornal O Globo e Gazeta do Povo. Preside o Conselho Deliberativo do Instituto Liberal.

Saiba Mais

Arquivos

informe seu email e receba nosso conteúdo gratuito