Vida e Cidadania

Fechar
PUBLICIDADE

Sentido Paranaguá

Acidente com três caminhões interdita totalmente a BR-277

Segundo informações da Ecovia, concessionária que administra o trecho, uma pessoa morreu no acidente. Três caminhões bateram nas proximidades do quilômetro 38 e houve derramamento de carga

Acidente com três caminhões bloqueou o quilômetro 38 da BR-277 no sentido Paranaguá na tarde desta quarta-feira |
Acidente com três caminhões bloqueou o quilômetro 38 da BR-277 no sentido Paranaguá na tarde desta quarta-feira
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

Um acidente envolvendo três caminhões e um carro na BR-277, no quilômetro 38, bloqueia totalmente a pista sentido Paranaguá desde as 16h50 desta quarta-feira (21). A colisão aconteceu no meio da descida da Serra do Mar. O congestionamento era de seis quilômetros no sentido Litoral por volta das 19h30. Uma pessoa morreu na hora. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), não há previsão de liberação da pista.

Houve derramamento da carga de dois caminhões envolvidos no acidente. Um deles levava mel e o outro farelo de soja. Devido a característica do mel, existe o perigo do asfalto ficar liso. Por isso, cerca de 30 pessoas da concessionária Ecovia trabalham para limpar a pista antes que os caminhões sejam removidos por guinchos.

Um dos caminhões atingiu a mureta que divide a rodovia, mas não chegou a passar para a pista sentido Curitiba.

A PRF informou que a morte é de um homem de 35 anos, identificado como Evaldo Graper Junior. Ele dirigia o caminhão carregado de mel.

A Ecovia informou que os motoristas que seguem no início desta noite no sentido Litoral estão sendo alertados sobre o acidente e a interdição da pista na praça de pedágio, em São José dos Pinhais. O motorista tem opção de retornar ou seguir até o quilômetro 43, onde está o fim da fila de veículos aguardando a liberação da rodovia.

Imagem da Ecovia mostra congestionamento no quilômetro 41, próximo ao local do acidente, na pista sentido Paranaguá, por volta das 18h30

Mais informações em breve

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Vida e Cidadania

PUBLICIDADE
Acompanhe a Gazeta do Povo nas redes sociais