Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Caro usuário, por favor clique aqui e refaça seu login para aproveitar uma navegação ainda melhor em nosso portal. FECHAR
PUBLICIDADE

Violência

Após 11 dias de cativeiro, jovens de Almirante Tamandaré são encontrados

Os amigos Jeferson da Silva, 24 anos, e Ozeias Troi, 23, afirmaram que foram abordados por homens armados na noite do dia 25 enquanto lanchavam. Eles contam que foram sequestrados e tiveram as cabeças cobertas por sacos

  • Rafael Waltrick
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Dois jovens de Almirante Tamandaré, que estavam desaparecidos há 11 dias, desde a noite do dia 25 de novembro foram encontrados na madrugada desta sexta-feira (06) em Curitiba, após terem chegado a um posto de combustíveis de Curitiba no Bairro Campo de Santana, às margens da BR-116, para pedir ajuda.

Os amigos Jeferson da Silva, 24 anos, e Ozeias Troi, 23, afirmaram que foram abordados por homens armados na noite do dia 25 enquanto lanchavam. Eles teriam sido sequestrados e tiveram as cabeças cobertas por sacos. O carro Fiesta em que os dois estavam foi encontrado abandonado dois dias depois, sem sinal dos jovens.

O desaparecimento dos rapazes passou a ser investigado pela Polícia Civil de Almirante Tamandaré e, durante a última semana, os policiais foram a três locais após receber denúncias sobre o endereço do cativeiro dos jovens. Conforme relato de Jeferson divulgado no portal Paraná Online, os sequestradores indagavam os amigos sobre a participação deles na morte de um rapaz em Colombo – Jeferson afirma que nenhum dos dois tem qualquer ligação com o fato.

Jeferson e Ozeias foram liberados somente após um outro rapaz, que teria sido ferido no suposto homicídio, não reconhecer nenhum dos dois. Os amigos foram levados de carro, então, até a BR-116, onde foram deixados. A Polícia Militar foi acionada por funcionários do posto de combustíveis procurado pelos rapazes às 1h14 de sexta-feira. Os dois precisaram de cuidados médicos devido a escoriações, mas não tinham ferimentos graves.

A Delegacia de Almirante Tamandaré segue investigando o caso, para confirmar a história dos rapazes e descobrir a autoria do sequestro. Os dois amigos não souberam dar informações sobre o rosto ou a identidade dos sequestradores, já que teriam sido mantidos vendados a maior parte do tempo.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Vida e Cidadania

PUBLICIDADE