Vida e Cidadania

Fechar
PUBLICIDADE

Centro-oeste

Campo Mourão: show da banda Nazareth termina em confusão

Após problemas técnicos, grupo se negou a continuar a apresentação, o que gerou revolta dos contratantes e do público. Integrantes chegaram a ser encaminhados à delegacia

  • Atualizado em às
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

O show da banda de rock escocesa Nazareth, que alcançou sucesso mundial na década de 70 com a música "Love Hurts", inserida no álbum "Hair of Dog", de 1975, terminou na delegacia de polícia em Campo Mourão, a 460 km de Curitiba, na madrugada desta segunda-feira (12). Os músicos subiram ao palco com 40 minutos minutos de atraso e após executar duas músicas, se recolheram ao camarim. Segundo explicações da produção da banda, o vocalista Dan McCafferty, 66 anos, havia recebido descargas elétricas ao segurar o microfone enquanto cantava.

VÍDEO: Assista ao momento em que a banda é conduzida à delegacia Sem acordo com a banda para retornar ao palco, os proprietários do Espaço Unique, onde o show era realizado, acionaram a polícia. Os músicos deixaram o local sob escolta da Polícia Militar e foram levados até a delegacia. Na saída, McCafferty foi atingido na cabeça por uma lata de cerveja atirada por uma pessoa não identificada entre o público presente.

Na unidade policial, os integrantes da banda escocesa foram submetidos a uma revista. Havia informações que eles aparentemente estariam sob efeito de entorpecentes. A polícia porém, não localizou qualquer substância com os músicos. Liberados para voltar ao hotel, onde deveriam passar a noite, os membros da banda tiveram que sair às pressas da cidade. Um grupo de fãs, que estava no local do show, havia se concentardo em frente ao hotel, revoltados com a paralisação da apresentação. Uma van deixou a cidade sob escolta e os músicos foram para Maringá, a 90 km de Campo Mourão, onde passaram a noite e seguiriam em seguida para Caruaru (PE) onde têm show agendado para quinta-feira. Oxigênio

Miécio Tezelli, sócio do Espaço Unique, contou que ao chegar na cidade, na tarde de domingo (11), a produção da banda solicitou a presença de um médico no hotel e a disponibilização de um cilindro de oxigênio. "Eles estavam agindo de forma estranha e falavam palavras desconexas", diz Tezelli. O médico que teria sido responsável pelo atendimento ao vocalista da banda confirmou a Gazeta do Povo que esteve no local. Sem querer ser identificado, ele disse que não poderia falar sobre o assunto em virtude da ética profissional. O cilindro de oxigênio teria sido levado ao camarim durante o show. Tezelli relatou que algumas pessoas que estavam no local disseram ter visto os músicos fazendo uso de drogas, antes de subir ao palco.

A confusão gerou um prejuízo calculado em R$ 50 mil para os proprietários da casa de shows em Campo Mourão. Tezelli disse que o público pagante poderá trocar o ingresso por outros shows agendados para os próximos dias. Ele tenta ainda um contato com a banda para tentar o ressarcimento dos prejuízos. Os músicos foram contratados de forma direta e receberam um cachê de R$ 30 mil pela apresentação. O produtor da banda no Brasil, identificado apenas como Marcos, não foi localizado para falar sobre o caso.

(function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "//connect.facebook.net/pt_BR/all.js#appId=254792324559375&xfbml=1"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));
]]> Tweet

Cultura e Lazer | 1:21

Banda Nazareth vai parar na delegacia em Campo Mourão

O grupo escocês de rock fazia uma apresentação no Centro Oeste do estado quando o vocalista reclamou que o microfone estava dando choques. Os músicos deixaram o palco após tocar duas músicas. Os promotores do evento chamaram a polícia e os músicos foram conduzidos para a delegacia.

VER MAIS VÍDEOS

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Vida e Cidadania

PUBLICIDADE
Acompanhe a Gazeta do Povo nas redes sociais