Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

inclusão

Cotas têm apoio da maioria

Maioria dos moradores da Grande Curitiba é favorável à reserva de cotas em universidades públicas

 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Projeto cercado de polêmica, a reserva de cotas em universidades públicas tem apoio da maioria dos habitantes da Grande Curitiba (57%).

A primeira instituição de ensino do Estado a adotar o sistema foi a Universidade Federal do Paraná (UFPR), em 2005, com a reserva de 20% das vagas do processo seletivo para afro-descendentes e 20% para candidatos oriundos do ensino público.

A pró-reitora de graduação da UFPR, Maria Amélia Sabbag Zainko, defende o projeto como uma estratégia emergencial de inclusão social. “As cotas são uma forma de corrigir desigualdades históricas. É preciso ampliar as oportunidades de acesso ao ensino superior corrigindo essas desigualdades, e, no momento, não há ferramenta que permita isso senão as cotas”.

O apoio da maioria dos entrevistados, para Maria Amélia, simboliza um amadurecimento da visão sobre o tema. “Este não é um assunto tranquilo. Há especialistas e estudiosos com posições contraditórias e o posicionamento da população reflete isso. Mas acho que quem se posiciona a favor já entende que precisamos democratizar o acesso ao ensino utilizando as formas disponíveis”.

o que você achou?

PUBLICIDADE

mais lidas de Vida e Cidadania

PUBLICIDADE