Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Maringá

Fechar
PUBLICIDADE

Homenagem

Padre José Bortolotte

Padre Zézinho foi um dos pioneiros das comunidades eclesiais de base em Maringá |
Padre Zézinho foi um dos pioneiros das comunidades eclesiais de base em Maringá
 
0 0 COMENTE! [0]
TOPO

Nem mesmo os dias em que passou na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) tiraram a vontade do padre José Bortolotte em servir. “Mesmo sem condições físicas, pediu ao bispo para tomar conta de uma paróquia”, lembrou o padre Sidney Fabril.

Conhecido como Zezinho, o padre nasceu em 20 de outubro de 1945, em Jandaia do Sul. Com a graduação em Filosofia pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e em teologia na Studium Theologicum, de Curitiba, foi ordenado padre em 8 de dezembro de 1973, na Catedral Basílica Menor Nossa Senhora da Glória, em Maringá.

Padre Zezinho era encantado com a tecnologia. Dentro das paróquias em que fez parte, a maioria em Maringá, era ele o responsável por procurar e instalar equipamentos que aperfeiçoassem os serviços nas igrejas.

Foi a Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, em Paranacity, que mais recebeu as inovações de Zezinho. Ele foi o padre responsável pelo local por aproximadamente 20 anos.

Zezinho também foi um dos pioneiros das comunidades eclesiais de base em Maringá, com a criação da Paróquia São Francisco de Assis, na região norte do município. “É a parte onde a igreja católica é mais viva em Maringá”, comentou o padre Sidney Fabril.

Dia 8 de agosto, aos 66 anos, de complicações causadas pela diabetes.

Siga a Gazeta do Povo e acompanhe mais novidades

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Vida e Cidadania

PUBLICIDADE
Acompanhe a Gazeta do Povo nas redes sociais