Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

Enkontra.com
PUBLICIDADE

Curitiba e RMC

Sete são presos em operação contra falsos maçons

De acordo com a Polícia Civil, o esquema funcionava em moldes de pirâmide. Maçons “irregulares” podem ter causado prejuízos que somariam de R$ 4 milhões

  • Angieli Maros
Sede da loja maçônica que seria irregular e onde pessoas estariam aplicando golpes |
Sede da loja maçônica que seria irregular e onde pessoas estariam aplicando golpes
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Pelo menos sete pessoas foram presas em uma operação para desmantelar um grupo de maçons “irregulares” que podem ter causado prejuízos que, juntos, chegam à soma de R$ 4 milhões. A ação é deflagrada pela Polícia Civil na manhã desta quarta-feira (21) em Curitiba e em Campo Largo, na região metropolitana. O alvo são pessoas que atuavam de forma irregular na Grande Loja Mista do Rito Memphis-Misraim, um templo autoproclamado maçônico em forma de castelo, localizado em Campo Largo. O local era a sede do grupo, que, conforme a polícia, não é reconhecido pela Maçonaria e que usava programas de televisão e sites para anunciar a associação, prometendo lucros aos participantes. Ação é coordenada por uma equipe da Delegacia de Estelionato e Desvio de Cargas (DEDC) da capital.

De acordo com a Polícia Civil, o esquema funcionava em moldes de pirâmide. Inicialmente, os participantes tinham que contribuir financeiramente para entrar no grupo, e na sequencia eram lesados.

Além das sete prisões, equipes da DEDC também apreenderam quantias em dinheiro, além de armas. Por volta do meio-dia, os trabalhos de busca continuavam, e a expectativa é de que até o meio da tarde outros suspeitos sejam detidos. O balanço final da operação será divulgado às 15 horas.

o que você achou?

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Vida e Cidadania

PUBLICIDADE