PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Agricultura
  3. Como o WhattsApp vai modificar a agricultura brasileira
Agricultura digital

Como o WhattsApp vai modificar a agricultura brasileira

Relações entre consumidores e produtores de alimentos foi alterada devido ao ativismo do consumidor nas mídias sociais , mostra pesquisa da Embrapa

Daniel Caron/Gazeta do Povo Pesquisa da Embrapa mostra que 61% dos produtores já usam smartphones e o WhatsApp já é o principal meio de comunicação na zona rural, utilizado por 96% dos produtores com acesso à internet | Daniel Caron/Gazeta do Povo

Pesquisa da Embrapa mostra que 61% dos produtores já usam smartphones e o WhatsApp já é o principal meio de comunicação na zona rural, utilizado por 96% dos produtores com acesso à internet

  • Da redação

A agricultura brasileira está ano a ano batendo recordes de produtividade e parte dessa evolução está diretamente ligado à evolução da comunicação e da tecnologia no campo.

Segundo o estudo da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) Visão 2030 o Futuro da Agricultura Brasileira, 61% dos produtores já usam smartphones e o WhatsApp já é o principal meio de comunicação na zona rural, utilizado por 96% dos produtores com acesso à internet.

O ativismo do consumidores também surge como um fator de influência direta na produção nacional e deve crescer devido ao maior acesso a informações por mídias sociais.

“A transformação operada nas relações entre produtores e consumidores tem sido de tal magnitude que não só influi na qualidade e intensidade da produção e dá origem a novos negócios e oportunidades, como também cria novos desafios produtivos e organizacionais para empresas e normativos para os governos”, destaca o estudo.

De acordo com a pesquisa, a busca por produtos diferenciados está em evolução. Enquanto as vendas de alimentos e bebidas tradicionais cresceram 67%, a demanda de produtos considerados mais saudáveis aumentaram 98%.

Apesar da constante evolução tecnológica, o estudo da Embrapa faz um alerta: 75% dos alimentos do mundo são gerados a partir de 12 espécies de plantas e cinco espécies de animais. Isso representa riscos para a atividade agrícola, que pode ser afetada rapidamente por pragas e doenças tanto em lavouras quanto na produção pecuária, o que pode ser agrado pelas alterações climáticas.

O estudo em versão digital está disponível neste link. Já a versão completa está disponível nesta página da Embrapa.

Benefícios da agricultura digital

Divulgação/Embrapa

Siga o Agronegócio Gazeta do Povo

8 RECOMENDAÇÕES PARA VOCÊ

VOLTAR AO TOPO

NOTÍCIAS POR CULTURA