i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Castro, a Cidade do Leite

  • PorGisele Barão,
  • especial para a Gazeta do Povo
  • 09/10/2015 19:24
13º no ranking Milkpoint, Albertus Frederik Woltersx é  o segundo maior produtor de leite da região de Castro. | Josué Teixeira / Gazeta do Povo
13º no ranking Milkpoint, Albertus Frederik Woltersx é o segundo maior produtor de leite da região de Castro.| Foto: Josué Teixeira / Gazeta do Povo

Genética avançada, tecnologia de ponta e práticas pioneiras de manejo, o tripé que fez da bacia leiteira dos Campos Gerais um modelo de sucesso, rendeu a Castro o título de Capital Nacional do Leite. Casa das três principais cooperativas produtoras do alimento do estado– Castrolanda, em Castro, a Frísia, em Carambeí, e a Capal, de Arapoti – a região é referência nacional em produtividade e abriga vários dos maiores produtores de leite do Brasil.

Top 6

As seis primeiras cidades com maior produtividade leiteira no Brasil estão no Paraná, sendo duas nos Campos Gerais (Castro e Carambeí), três no Oeste (Marechal Cândido Rondon, Toledo e Cascavel) e uma no Sudoeste (Chopinzinho).

O 13º brasileiro no ranking Milkpoint 2014, Albertus Frederik Woltersx é o segundo maior produtor de leite da região de Castro. Como muitos produtores, herdou a tradição da família. O pai, imigrante holandês, chegou ao país em 1952 com apenas seis vacas para começar uma nova vida. Albertus assumiu a propriedade nos anos 80 e os filhos devem seguir o mesmo caminho – um deles já estuda agronomia.

Na fazenda que mantém na região, que tem 800 animais e perto de 70 funcionários, os Woltersx produziram no ano passado 8,97 milhões de litros de leite. “A média do plantel é de 40 litros por dia”, explica Albertus. Para ele, a posição de destaque no ranking nacional é resultado de um conjunto de fatores. “Mão de obra, organização, os colaboradores e assistência técnica”, enumera. Investimentos em melhoramento genético, buscando vacas que tenham vida longa e que produzam bastante quantidade de litros e sólidos, como a proteína e gordura, também são fundamentais.

Título

O projeto de lei que dá ao município que lidera o ranking nacional de produção e produtividade do alimento o título de Capital Nacional do Leite foi aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) da Câmara dos Deputados no mês passado e agora depende apenas de aprovação do Senado federal para ser oficializado.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.