Em pleno domingo, carretas fazem comboio após atravessar a divisa de Mato Grosso com Mato Grosso do Sul. | Foto: Albari Rosa/gazeta Do Povo
Em pleno domingo, carretas fazem comboio após atravessar a divisa de Mato Grosso com Mato Grosso do Sul.| Foto: Foto: Albari Rosa/gazeta Do Povo
Equipe percorre do Sul ao Norte de Mato Grosso nos próximos dias.
Equipe percorre do Sul ao Norte de Mato Grosso nos próximos dias.

A colheita desta safra de verão mal teve início e começa a formar filas de caminhões na BR-163, constata a Expedição Safra Gazeta do Povo, em viagem de 8 mil quilômetros por Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Rondônia. O transporte do milho de inverno para os portos de exportação – ainda não encerrado – passa a dividir espaço para o escoamento de um volume de soja sem precedentes.

Técnicos e jornalistas concentram-se em Mato Grosso nesta semana para conferir o potencial das lavouras do estado, que prometem contribuir com 27 milhões das 96 milhões de toneladas de soja previstas para 2014/15.

Nas regiões de Mato Grosso que plantaram soja primeiro nesta temporada, como Sapezal e Campo Verde, a colheita passa de 20% das áreas de 400 mil e 270 mil hectares, respectivamente, conforme dados locais. No entanto, em outras regiões, os trabalhos de campo ainda estão em fase inicial.

Por outro lado, a comercialização da soja 2015 ganhou ritmo nos últimos dois meses em MT, líder em produção, passando de 25% para 45%, conforme o Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea). Apesar de ainda não ter ultrapassado o ritmo de 2014, esse avanço libera boa parte da produção para exportação. Os primeiros navios com soja nova começam a ser carregados em Paranaguá.

 

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]