i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Abate sanitário

FAO eleva para 7,659 milhões número de animais eliminados por peste suína na Ásia

    • Estadão Conteúdo
    • 05/12/2019 14:26
    FAO eleva para 7,659 milhões número de animais eliminados por peste suína na Ásia
    | Foto: Sebastien St-Jean/AFP

    A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) informou que 7.659.650 suínos já foram abatidos em países asiáticos por causa da contaminação dos rebanhos com a peste suína africana. O número foi divulgado nesta quarta-feira (4) e representa aumento de quase 417 mil animais em relação ao levantamento anterior, de 21 de novembro.

    O aumento se deve, principalmente, ao número de suínos descartados na Coreia do Sul, que passou de 54,1 mil para 450 mil animais eliminados. O Ministério da Agricultura, Alimentação e Assuntos Rurais do país informou que, desde que a doença foi notificada, em 17 de setembro, três cidades foram atingidas pela epidemia.

    A FAO informou ainda que 15 novos focos da doença foram detectados no continente, seis na China, cinco no Vietnã e quatro na Coreia do Sul. Com a atualização, são estimados 612 focos da doença espalhados pela Ásia, ante 597 do relatório anterior. Os dados da FAO foram atualizados até a última quinta-feira (28 de novembro) e divergem das estimativas de mercado por contabilizarem apenas os dados divulgados pelos órgãos oficiais de cada país.

    No Vietnã, o número de suínos eliminados passou de 5,88 milhões para 5,9 milhões, com cinco novos focos detectados. O país tem a pior condição em termos de número de animais levados ao abate sanitário. Já a China tem a situação mais crítica em termos de extensão, com 169 focos em 32 províncias, incluindo a região administrativa de Hong Kong. De acordo com informação do Ministério da Agricultura e Assuntos Rurais chinês 1,193 milhão de animais foram eliminados desde a identificação da doença

    Nos demais países afetados, Coreia do Norte, Filipinas, Mongólia , Camboja, Mianmar, Laos e Timor Leste, os números ficaram inalterados em relação ao balanço anterior.

    3 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 3 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

    • ██

      ± 0 minutos

      China pode tirar taxa para soja e porco dos EUA e isso deve afetar o Brasil... -

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • M

        Mirtão

        ± 1 dias

        Vai subir o preço do porco. Chorem prezada. A mortadela vai ficar mais cara. Kkkkkkkkkk

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • V

          Vilson

          ± 1 dias

          E tem gente culpando o governo pelo aumento no preço da carne. Imagine-se o tamanho da demanda dos chineses por proteína animal. O Bolsonaro faz um monte de besteira, mas não tem interferência sobre isso.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          Fim dos comentários.