Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | DIRCEU PORTUGAL/DIRCEU PORTUGAL
| Foto: DIRCEU PORTUGAL/DIRCEU PORTUGAL

O Governo do Estado anunciou nesta segunda-feira (8), em Curitiba, a entrega de 81 máquinas que devem ser utilizadas por 60 municípios e pela Companhia de Desenvolvimento Agropecuário do Paraná (Codapar) com o objetivo de melhorar a circulação de estradas rurais.

A ação faz parte do Programa de Desenvolvimento Econômico e Territorial (Pró-Rural) e tem como meta trabalhar 50 km de estradas por consórcio anualmente - o equivale a 400 km em melhorias por ano. O departamento de Desenvolvimento Rural do Estado estima em 100 mil quilômetros as estradas de terra no Paraná.

Ao todo, os equipamentos tiveram custo de R$ 24 milhões e serão administrados por oito consórcios intermunicipais. Cada um ficará com nove máquinas, além de nove equipamentos que serão utilizadas pela Codapar para apoiar os municípios não contemplados nesse momento.

O principal objetivo da aquisição dos equipamentos é, por meio das adequações, facilitar o escoamento da safra em estradas rurais. “Temos que dar condições aos produtores para diminuir os custos de produção”, afirmou o governador do Paraná, Beto Richa, na solenidade de entrega dos equipamentos, realizada na Companhia de Desenvolvimento Agropecuário.

Secretário de Estado de Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara destaca que as obras de adequação das “estradas de chão” serão feitas conforme técnicas de conservação de solos e água. Segundo ele, isso favorece a “integração da estrada rural com as condições de produção”, destaca.

Além do acesso ao produtor, outro objetivo da ação estadual é facilitar o transporte escolar no interior paranaense.

Pró-rural: consórcios e equipamentos

Chefe do Departamento de Desenvolvimento Rural, Richardson de Souza explicou à Gazeta do Povo que cada consórcio terá à disposição: quatro caminhões caçamba, um caminhão comboio (para apoio), um rolo compactador, uma moto niveladora, uma escavadeira hidráulica e uma retroescavadeira. “O trabalho vai exigir projetos técnicos de engenharia para que cada estrada sofra as intervenções necessárias”, informa.

Os consórcios e os municípios do Pró-Rural que receberam as máquinas, respectivamente, são:

Conder – Fernandes Pinheiro, Guamiranga, Imbituva, Inácio Martins, Irati, Mallet, Prudentópolis, Rebouças, Rio Azul e Teixeira Soares.

Caminhos do Tibagi – Curiúva, Figueira, Imbaú, Ortigueira, Reserva, Tamarana, Telêmaco Borba, Tibagi, Ventania, Palmeira e Rio Branco do Ivaí.

Vale do Rio Jordão – Guarapuava, Pinhão e Reserva do Iguaçu

Cid Centro – Cândido de Abreu, Laranjal, Manoel Ribas, Mato Rico, Palmital, Pitanga e Turvo.

Codenop – Congonhinhas, Nova Fátima, Nova Santa Bárbara, Ribeirão do Pinhal, Santa Amélia, Santo Antônio do Paraíso, São Jerônimo da Serra, Sapopema e Santa Cecília do Pavão, Assai, Itambaracá, Nova América da Colina, Santa Mariana, São Sebastião da Amoreira, Sertaneja e Uraí.

Codren – Santana do Itararé, Siqueira Campos, Wenceslau Braz e São José da Boa Vista, Salto do Itararé.

G5 – Carlópolis, Jacarezinho, Joaquim Távora, Ribeirão Claro e Santo Antonio da Platina.

Vale do Ivaí – Arapuã, Ariranha do Ivaí e Ivaiporã.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]