PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Mercado
  3. Empresa que foi a maior exportadora de café do Brasil pede recuperação judicial
TERRA FORTE

Empresa que foi a maior exportadora de café do Brasil pede recuperação judicial

A companhia familiar acumula dívidas de R$ 1 bilhão; principais credores são bancos

José Fernando Ogura/ANPr  | José Fernando Ogura/ANPr
  • Folhapress

A Justiça aceitou nesta quarta-feira (10) o plano de recuperação judicial protocolado pela exportadora de café da Terra Forte, de São João de Boa Vista (SP). A empresa, que já foi a maior exportadora de café, acumula dívidas que somam R$ 1,05 bilhão. A companhia é familiar e controlada pelo empresário João Faria.

“A maior parte do montante é formada por créditos financeiros, 95% do valor é débito com bancos e tradings”, afirma o advogado Gabriel Freire, sócio do escritório Fasv, que atende a Terra Forte.

Leia mais: Novo “IPTU do campo” poderia arrecadar até 10 vezes mais, aponta estudo

Os maiores credores são Banco do Brasil, Banco Cargill e Bradesco, segundo pessoas familiarizadas com o caso. O passivo trabalhista é de cerca de R$ 1 milhão.

A companhia teve lucro até 2017, mas entrou em crise em 2018, principalmente pela queda do preço internacional do café, segundo Freire. “A companhia tinha alto volume de dívida indexada em dólar, a moeda subiu e o preço do café caiu, o que afetou fortemente a capacidade da empresa de honrar empréstimos”, afirma.

“Não é um caso em que a recuperação judicial é pedida por uma empresa que está em situação crítica. O que a Terra Forte fará é uma reestruturação. A empresa tem condições de reorganizar seu caixa e de pagar suas dívidas”, diz Alexandre Faro, advogado da marca.

Siga o Agronegócio Gazeta do Povo

8 RECOMENDAÇÕES PARA VOCÊ

VOLTAR AO TOPO

NOTÍCIAS POR CULTURA