i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Proteína mais competitiva envolve da soja ao frango

  • PorJosé Rocher, editor
  • 23/11/2015 16:00

Duas expedições do Agronegócio Gazeta do Povo estão na estrada neste momento, em viagens de milhares de quilômetros. A missão da Expedição Safra é dimensionar a soja e o milho de verão. O esforço da Expedição Avicultura é decifrar as tendências da cadeia da carne de frango, como na reportagem de capa desta edição do caderno Agronegócio.

Em ambos os projetos, a competitividade surge como questão central – e como ponto de ligação entre agricultura e pecuária. O frango tem preço acessível graças a uma oferta competitiva de grãos. Isso indica por que desde 2007 o Brasil consome mais frango (40%) do que carne bovina (37%). A disponibilidade de carne por pessoa no Brasil segue aumentando, mesmo com a crise, mostram os índices da indústria e do governo. Em 2015, chega a 111 quilos, 1,4 quilo a mais do que no ano anterior.

O mérito é da avicultura e da suinocultura, que crescem mais de 1% na produção e no consumo em 2015, mostram dados globais e nacionais. O comércio mundial tende a movimentar volume 3% maior desses dois produtos., na comparação com 2014. Na carne bovina, a tendência é inversa, no Brasil e no mundo, com queda na produção e no consumo entre 1% e 2% e uma retração próxima de 2% no mercado.

Não se pode dizer que esse quadro é 100% positivo para o Brasil. Para cada quilo de carne bovina, o país produz 1,3 quilo de carne de frango e 350 gramas de suína. O certo é que apostas diversificadas mais uma vez amortecem a crise.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.