Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Fácil de pilotar, a moto está equipada com motor de dois cilindros e quadro de dupla trave | Gustavo Epifanio/Agência Infomoto
Fácil de pilotar, a moto está equipada com motor de dois cilindros e quadro de dupla trave| Foto: Gustavo Epifanio/Agência Infomoto

Mercado

Outras marcas focam o Brasil

Como o Brasil é a "bola da vez" no cenário internacional, algumas marcas de motocicletas já estão focando seus investimentos no País. Recentemente a KTM anunciou que vai estabelecer uma subsidiária no Brasil a partir do próximo ano. A marca austríaca deve concluir um acordo para montar modelos importantes para o crescimento da marca no País, como a recém-lançada Duke 125. A promessa é de que deverá ser fabricada também uma versão de 200cc no segundo semestre de 2011.

Quem também está de olho no mercado Brasileiro é a Ducati. Em julho uma delegação italiana visitou o Pólo Industrial de Manaus (AM), a fim de realizar estudos técnico-econômicos para a implantação de uma fábrica no local.

Isso sem falar nas novas instalações da Kawasaki e Zongshen, também na capital do Amazonas. Porém, a grande expectativa está em cima da nova fase da Harley-Davidson no Brasil, já que a HD USA e a HDSP/Grupo Izzo, distribuidora exclusiva da marca norte-americana de motocicletas no Brasil, chegaram a uma acordo. Serão radicais as mudanças nas operações da marca no País. A HD USA deve nomear novos concessionários e, pelo que tudo indica, ampliar sua produção em Manaus, acirrando ainda mais as disputa entre os modelos Premium.

  • Jörg Henning Dornbusch diz que a previsão da BMW é vender 5000 motos em 2011

"A partir de abril, a BMW fabricará a F 800 R em Manaus (AM), e estamos fazendo um grande esforço para que o preço da moto fique abaixo de R$ 38 mil", afirmou Jörg Henning Dornbusch, presidente da subsidiária brasileira da marca alemã, em um en­­contro informal com a imprensa especializada, em 14 de dezembro. A naked de 800 cilindradas de capacidade cúbica será co­­mercializada em apenas na versão mais completa. inclusive com sistema de freios ABS. A moto, atualmente importada, custa entre R$ 45.900 (Standard) e R$ 51.900 (Premium). Henning também divulgou os números de vendas em 2010 e os planos de crescimento para os próximos anos.

"A BMW Motorrad Brasil vai fechar 2010 com um total de 3.500 motos vendidas.

Dessa forma, a marca agora detém 9% do market share para motos acima de 500cc. Ou seja, dobramos o share de 2009 para 2010", explica o presidente da BMW no Bra­­sil. Detalhe: em 2009, a BMW em­­placou 1.609 motocicletas.

Um dos principais fatores pa­­ra o crescimento da marca bávara foi investir na produção da trail G 650 GS na capital amazonense. Há exatamente um ano, a operação é feita na fábrica da Dafra, em Manaus (AM). Deta­lhe: esta é a primeira linha de mon­­tagem BMW fora da Ale­­manha. Até novembro, o volume de vendas da G 650 GS foi de 1.174 unidades.

Com alta taxa de crescimento e números expressivos de vendas, a BMW Motorrad Brasil ocupa agora o sétimo em volume de vendas mundiais da marca. "Pas­­samos o Japão, Canadá, Austrá­lia, África do Sul e Áustria", conta, orgulho, o carioca Henning, dizendo que os planos daqui pa­­ra frente são cada vez mais ambiciosos: "ampliar para 12% o mar­­ket share e vender cinco mil mo­­tos já em 2011", projeta Henning.

Porém, para crescer é preciso ter uma maior capilaridade. As­­sim, a marca pretende ampliar a rede para 30 concessionárias até o final de 2011. Na segunda me­­tade deste ano foram abertos seis novos pontos de venda da BMW Motorrad, entre eles, São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), Campo Grande (MS), Cuiabá (MT) e Manaus (AM). "Ano que vem iremos inaugurar de 8 a 12 novos pontos de vendas no Bra­­sil",afirma Henning.

Já que o assunto é revenda, as concessionárias Officer e Calta­biano figuram entre as quatro maiores do mundo em termos de volume de vendas.

A máquina alemã

A F 800 R está equipada com mo­­tor bicilíndrico de quatro tempos refrigerado a água de 798 cm³, que gera potência de 87 cv a 8.000 rpm e oferece torque de 8,7 kgfm a 6.000 rpm. Segundo a BMW, a moto pode chegar a mais de 200 km/h. Já o câmbio de seis velocidades oferece engates suaves e precisos.

Na parte ciclística, simplicidade e eficiência. Na dianteira, garfo telescópico tradicional de 43 mm de diâmetro e duplo disco de 320 mm de diâmetro, com pinça de quatro pistões. Já na traseira, balança de alumínio mo­­noamortecida. Para completar o conjunto, disco simples de 265 mm de diâmetro e com pinça flu­­tuante de único pistão.

Para garantir sua estabilidade, a F 800R tem quadro de du­­pla trave superior em alumínio e pneus aro 17 de perfil es­­por­tivo, calçados com rodas 120-70 na dianteira e 180-55 na traseira. Além disso, a F 800 R traz um completo painel de instrumento, com relógios analógico e digital.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]