A BMW vai trazer para o mercado nacional em julho deste ano a estradeira R 1200 GS Adventure. Comparada com sua predecessora, R 1150 GS Adventure, a motocicleta recebeu uma série de inovações e equipamentos de série.

As principais novidades que a R 1200 GS Adventure traz são a introdução de equipamentos, antes opcionais, agora de série. A começar pelo tanque de combustível de 33 litros, incluindo cerca de 4 litros de reserva. Isto significa que o piloto tem a vantagem de 13 litros extras em comparação com o modelo padrão e aumento da capacidade de combustível de aproximadamente 3 litros em relação à R 1150 GS Adventure, para a qual um tanque maior estava disponível apenas como item opcional. Segundo a montadora, a uma velocidade média de 90 km/h, a R 1200 GS Adventure tem autonomia de cerca de 750 km. Permitindo que o piloto visite lugares que ainda não estão no mapa, sem se preocupar com paradas para abastecimento.

Já o novo pára-brisa, com ângulo ajustável, oferece maior performance e conforto em altas velocidades. Seu design foi concebido para proteger a cabeça e o tronco do piloto contra o vento e as intempéries, pois sua estrutura desvia o fluxo de ar sem nenhuma turbulência ou redemoinho. Além disso, há flaps adicionais atrás do pára-brisa que minimizam as correntes de ar na área dos rins. O assento, com altura ajustável, também merece destaque e privilegia as aventuras off-road. Há duas opções de posição. A superior, com altura de 915 mm, torna a área de assento plana sem qualquer desnível, garantindo liberdade de movimento em estradas despavimentadas. A posição inferior, em que o assento desce a um nível 895 mm, facilita o piloto de estatura baixa alcançar o solo, mantendo a "máquina" estável.

A R 1200 GS Adventure possui pedaleiras mais largas, contribuindo para as investidas em trilhas, onde o piloto tem que ficar em pé na maior parte do tempo. Além disso, pedais ajustáveis do câmbio e freios também atendem a todos os tipos diferentes de requisitos, adaptando-se a vários estilos de condução e preferências individuais, assim como vários tipos de sapatos e botas. A altura do pedal de freio pode ser ajustada da forma mais conveniente por meio de um mecanismo dobrável na superfície do pedal, a alavanca do câmbio é ajustada por meio de uma unidade cinemática excêntrica.

O motor boxer de dois cilindros horizontais de 1.170 cc desenvolve potência máxima de 100 cv a 7.000 rpm e torque (força) máximo de 115 kgfm a 5.500 rpm. Para evitar danos em casos de pequenos solavancos, tubos de aço inoxidável protegem o motor e o tanque de combustível. As coberturas de alumínio ainda ajudam evitar quaisquer danos na tampa de válvulas. A caixa de câmbio de seis velocidades foi trazida da R 1200 GS. A nova R 1200 GS Adventure vem de fábrica com rodas de raio cruzado que oferecem em trilhas bastante acidentadas, altas velocidades off-road e sob cargas permanentemente altas

Se rigidez e força num corpo leve são características fundamentais para motocicletas deste segmento, este lançamento da BMW não deixa a desejar. O quadro dianteiro e o principal foram aproveitados diretamente da R 1200 GS e o quadro traseiro foi ligeiramente modificado em sua configuração geométrica dos suportes para os apoios central e lateral. A estrutura tubular leve integra todo o motor como um elemento de suporte de carga, ajudando a reduzir ainda mais o peso da nova R 1200 GS Adventure em relação à sua predecessora. O design da R 1200 GS Adventure é evidenciado pelos materiais presentes como o aço no tanque de combustível e proteção do motor, além do alumínio com revestimento nos aros.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]