Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 |
| Foto:

Volkswagen divulgou nesta quarta-feira (23) as primeiras imagens oficiais do T-Roc, também chamado pela mídia especializada como ‘SUV do Golf’. O modelo fará sua estreia mundial no Salão de Frankfurt, em setembro, e é cotado para ser um dos dois SUV’s inéditos que a marca alemã confirmou para serem feitos no Brasil

Ele começa a ser vendido em novembro na Europa, com preço na faixa dos 20 mil euros (cerca de R$ 74,6 mil), e a partir de 2018 segue para outros mercados como Ásia, China e, provavelmente, o Brasil.

Por aqui o T-Roc seria produzido em São José dos Pinhais, na Grande Curitiba, em cima da multiplataforma MQB, a mesma do Golf, do A3 Sedan e do Q3, todos já feitos no Paraná.

LEIA MAIS: Flagra: inédito Volkswagen Virtus brasileiro aparece sem camuflagem

O outro SUV é o T-Cross, que usará a base MQB-AO, a mesma do novo Polo, com produção em São Bernardo do Campo (SP). De porte compacto médio, o T-Roc brigaria em solo brasileiro com o Jeep Compass, atual sensação do mercado nacional.

 

No Velho Continente, ele é anunciado em três versões de acabamento - a básica, a Style e a Sport - e seis opções de motores, sendo três a gasolina e três a diesel. Todos turbos, com injeção direta de combustível e potências que vão até 190 cv. Os propulsores serão administrados por uma transmissão manual ou uma automática DSG de sete velocidades e dupla embreagem.

LEIA MAIS: Volkswagen oficializa a volta da Kombi e define a data

No Brasil, deverá vir com duas opções a gasolina, o 1.0 TSi, de 125 cv, que já equipa o Golf nacional, e outro 1.5 turbo, que estará na próxima versão reestilizada do hatch médio. Há ainda a possibilidade dele utilizar o 2.0 TSI, de 220 cv, na versão mais nervosa.

O Volkswagen adiantou que o T-Roc terá capacidade off road, o que significa que contará com tração integral, possivelmente nas configurações a diesel.

Abaixo do Tiguan

O novo SUV mede 4,23 m de comprimento, o que significa 25,2 cm a menos que a nova geração do Tiguan. Só que o Brasil receberá apenas a versão de 7 lugares do utilitário maior, batizado de Allspace. 

Isso dá a entender que o T-Roc ocuparia a lacuna abaixo, substituindo o Tiguan (de primeira geração) vendido atualmente no país. As dimensões se completam com 2,60 m de entre-eixos, 1,81 m de altura e 1,57 m de altura. 

O porta-malas tem capacidade para 445 litros de bagagem, que salta para 1.290 litros quando os bancos traseiros bipartidos são rebatidos. O carro será calçado com rodas de liga leve aro 17.

O modelo trará luzes diurnas e lanternas traseiras em led e um pacote amplo de assistência ao motorista. Destaque para frenagem de emergência com detecção de pedestres, assistente de permanência em faixa, sensor de ponto cego, assistente de estacionamento e frenagem automática pós-colisão. 

Também contará com o controle de cruzeiro adaptativo já disponível no Golf, que acelera e freia o veículo automaticamente conforme o ritmo do trânsito à frente.

LEIA MAIS: Renault Kwid encara Fiat Mobi e VW up! na porta de entrada. Quem leva a melhor?

A configuração mais básica já sairá de fábrica com sistema start/stop, controle eletrônico de estabilidadem e central multimídia de 6,5 polegadas, que cresce para 8 polegadas nas intermediárias. 

A conectividade com smartphones (Apple CarPlayAndroid AutoMirrorLink) virá no sistema Discovery Media e mostrará serviços online, como previsão do tempo e notícias.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]