Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE

Renovação

GM anuncia 30 novos carros para o Brasil até 2022; confira alguns deles

Entre os lançamentos estão novas gerações de modelos consagrados, reestilizações de meia-vida e séries especiais

  • Gazeta do Povo, com Folhapress
A reestilização do Cruze já foi apresentada nos Estados Unidos. | ChevroletDivulgação
A reestilização do Cruze já foi apresentada nos Estados Unidos. ChevroletDivulgação
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Líder de vendas no mercado latino-americano, a General Motors (GM) quer ampliar a distância para as marcas rivais. A fabricante anunciou que lançará  30 lançamentos até 2022 na região do Mercosul. O Brasil, claro, é o maior mercado produtor e consumidor da marca e deverá ser contemplado com o pacote completo.

A empresa comunicou ainda por meio de nota que do total de produtos, dez serão séries especiais. "Esta é a maior renovação da linha Chevrolet na história da marca na região", afirmou Carlos Zarlenga, presidente da GM Mercosul.

A estratégia é semelhante à da Volkswagen, que em 2017 divulgou uma ofensiva com 20 novos modelos até 2020. A intenção da montadora alemã é voltar ao topo de vendas no mercado brasileiro - atualmente está na vice-liderança, atrás justamente da Chevrolet.

>> De novo Gol a Polo GTS: Volks revela todos os lançamentos até 2020

A montadora norte-americana não especificou quais serão os novos modelos ou onde eles serão produzidos. Mas é possível adiantar algumas das novidades. O primeiro da lista já está no forno para estrear: a reestilização de meia-vida do monovolume Spin. Ela será apresentada entre junho e julho com um visual inspirado no atual Cobalt.

Em 2019 a família Cruze (hatch e sedã) passará por uma reestilização, bem como o Camaro - ambos já revelados nos Estados Unidos.

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/05/17/Automoveis/Imagens/Cortadas/Chevrolet Cruze 1-ID000002-1200x800@GP-Web.jpg
A reestilização do Cruze já foi apresentada nos Estados Unidos.

As estrelas do pacote serão as novas gerações de Onix e Prisma, além do Cobalt e Montana, previstas para 2020. Eles usarão a futura plataforma modular GEM (Global Emerging Markets), desenvolvida em parceria com a chinesa SAIC, e consumirão R$ 4,5 bilhões de investimentos nas unidades brasileiras da GM em São Caetano do Sul (SP), Joinville (SC) e Gravataí (RS) - o total de aporte para os novos modelos compacto e médios na América Latina soma R$ 13 bilhões.

>> Chevrolet prepara nova geração do Onix e SUV inédito para o Brasil

A lista terá também pelo menos três utilitários esportivos. Um compacto de entrada para concorrer com o Volkswagen T-Track ('SUV do up!), a nova geração (ou substituto) do Tracker, além de um SUV compacto-médio entre Tracker e Equinox.

A picape S10 e o grandalhão Trailblazer são outros a mudarem de geração entre 2020 e 2021. Há rumores que a fabricante apostará num subcompacto de entrada, abaixo do Onix, para o segmento mais popular. O elétrico Bolt também deverá dar as caras por aqui.
>> Camaro muda visual e ganha novo motor turbo e câmbio do Mustang

No grupo das séries especiais provavelmente estarão linhas aventureiras urbanas e com apelo esportivo, como o Onix Activ ou Effect.

Em 2017, a Chevrolet vendeu 517.127 mil veículos no Brasil (394.157) e Argentina (122.970 mil).

o que você achou?

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Automóveis

PUBLICIDADE