Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
O SAGA EV é um conceito que antecipa a linha dos futuros modelos da Hyundai no Brasil. | Renyere Trovão / Gazeta do Povo
O SAGA EV é um conceito que antecipa a linha dos futuros modelos da Hyundai no Brasil.| Foto: Renyere Trovão / Gazeta do Povo

O espaço da Hyundai no Salão de São Paulo, que termina neste domingo (18), é um dos mais repletos de novidades. Tem os novos AzeraElantraSanta Fe, além de um projeto luxuoso do Creta, chamado de Diamond, o híbrido Sonata e o elétrico Ioniq (leia mais abaixo).

Mas quem rouba a cena é o abre-alas do estande: o conceito SAGA EV. Trata-se de um crossover compacto e com motorização elétrica, desenvolvido para dar vida à nova identidade da marca que estampará os futuros modelos feitos no Brasil.

>> Chevrolet Monza está de volta e com motor turbo

O jeitão de HB20 não esconde que o SAGA EV servirá de inspiração para a reestilização do hatch.Renyere Trovão / Gazeta do Povo

Entre essas novidade podem estar um utilitário menor que o Creta e, principalmente, a atualização do HB20, modelo mais vendido da Hyundai no Brasil e que começa a ser superado pelo Ford nas vendas mensais e corre o risco de perder para o rival o segundo posto de carro mais emplacado no país.

Por isso, após seis de mercado, uma mudança mais profunda seria bem-vinda para dar mais fôlego até a chegada da nova geração daqui dois a três anos.

>> Fim do mistério: Toyota revela nova geração do Corolla

Renyere Trovão / Gazeta do Povo

A reestilização do HB20 está prevista para 2019 e o SAGA dá pistas de como ela será visualmente. O formato dos faróis e da grade frontal, seguem as mudanças feitas no novo Elantra e servirá de inspiração para o compacto.

Uma projeção de como seria o novo HB20 foi apresentada pelo designer digital Diego Souza, da página Criatividade Automotiva no Instagram. Ele usou como base as linhas do SAGA EV e do novo Elantra para chegar a um resultado mais próximo do que se pode esperar do novo hatch.

Não será uma mudança radical como antevê a projeção do designer, e como mostram os flagras divulgados na internet de protótipos do carro rodando em testes na Coreia do Sul.

Certo é que ele será mais longo, para melhorar o espaço interno - o ‘aperto’ é uma das queixas dos proprietários. O porte maior fará com que o HB20 também consiga encarar novos rivais, atualmente maiores no tamanho, como Volkswagen PoloToyota Yaris e Fiat Argo, sem contar o Chevrolet Onix, que ficará maior com a nova geração prevista para 2020.

Os motores 1.0 e 1.6  ganharão também melhorias para ficar mais eficientes, além da adoção de um propulsor 1.0 turbo com injeção direta, já que a maioria dos concorrentes têm ou terão à disposição em breve.

>> Volks revela a picape Tarok para provocar a Toro

O hatch vai incorporar controle de estabilidade e de tração (obrigatórios no país a partir de 2020) e direção elétrica (hoje presente apenas no HB20X), que facilita às manobras e ajuda no consumo de combustível.

Já SAGA EV, que o principal chamariz para o estande da marca, tem motor elétrico de 204 cv e autonomia de até 470 km. 

A montadora pretende explorar essa tecnologia no Brasil nos próximos anos para brigar com Chevrolet Bolt, Renault ZoeNissan Leaf, anunciados no salão como as novidades para o nosso mercado.

>> Zoe, Leaf e Bolt: começa a guerra dos elétricos ‘populares’ no Brasil

RENOVAÇÃO DOS IMPORTADOS

A Hyundai, e seu braço brasileiro Caoa que comercializa os modelos importados, apresenta também a renovação de três modelos. 

ELANTRA

O Elantra passou por uma nova atualização, adotando a nova assinatura global da Hyundai.Renyere Trovão / Gazeta do Povo

O sedã Elantra já havia recebido facelift recentemente, mas agora estreia uma reestilização mais profunda. As novidades visuais por fora já seguem a nova assinatura da Hyundai, que chegará em 2019 ao HB20.

Outras novidades são o painel de instrumentos SuperVision em led com tela de 4,2” - dependendo da versão -; central multimídia de 7 polegadas com Android Auto e Apple Car Play; volante com aquecimento;, detector de ponto cego; carregamento do celular por indução; ar digital de duas zonas; teto solar elétrico; além da abertura do porta-malas por sensor de aproximação. A linha possui ainda sete airbags

Renyere Trovão / Gazeta do Povo

O modelo manteve o mesmo conjunto mecânico, com motor 2.0 flex, de até 167 cv, e câmbio automático de 6 marchas.

AZERA

A sexta geração do Azera chega ao Brasil no primeiro trimestre de 2019.Renyere Trovão / Gazeta do Povo

A sexta geração do Azera chega em versão única com motor 3.0 GDi V6, de 261 cv e 31 kgfm de torque, associado ao câmbio automático de 8 marchas.

O visual agora conta com faróis e lanternas full led; rodas de liga leve aro 19; teto solar; controle de cruzeiro adaptativo; controles eletrônicos de estabilidade e tração; seletor de modo de condução; sistemas de monitoramento de ponto cego, entre outros. 

Renyere Trovão / Gazeta do povo

O sedã grande já vem equipado com central multimídia de 8”; painel de instrumentos SuperVision em led de 4,2”; carregamento de celulares sem fio (Wireless Charger); abertura do porta-malas por sensor de presença; bancos dianteiros e traseiro com aquecimento; cortina retrátil elétrica no vidro traseiro e cortinas retráteis manuais nos vidros laterais; seletor de modo de condução, sistemas de monitoramento de ponto cego; sistema de som Infinity; e teto solar panorâmico.

SANTA FE

Hyundai / Divulgação

O Santa Fe, utilitário mais caro da montadora, também será importado em versão única com sete lugares. O SUV virá equipado com motor 3.5 V6 a gasolina, de 280 cv  e 34,3 kgfm.

O modelo terá tração integral permanente (AWD) e câmbio automático de oito marchas. A lista de equipamentos de série conta com teto solar panorâmico, chave presencial com partida por botão, multimídia, entre outros.

Hyundai / Divulgação

Segundo a Caoa, os três modelos devem chegar ao mercado brasileiro ainda no primeiro trimestre de 2019. Os preços não foram revelados.

COM CHANCE DE ENTRAR NA ONDA

IONIQ ELÉTRICO

Renato Frasnelli / Divulgação Hyundai

O Ioniq pode ser mais um 100% elétrico a desembarcar no Brasil em breve. O modelo apresenta alguns recursos de direção autônoma e foi ventilado pela marca sul-coreana para ser vendido na América do Sul, inclusive no Brasil.

Renato Frasnelli / Divulgação Hyundai

Lá fora, ele é oferecido em três versões: híbrido, híbrido plug in e elétrico. Para a mostra paulista, a Hyundai exibe o elétrico, que tem 120 cv e 30,1 kgfm de torque, com autonomia de 280 km.

SÓ A PASSEIO, POR ENQUANTO

SONATA

Hyundai / Divulgação

A Hyundai também trouxe para o Salão de São Paulo o Sonata híbrido para testar o público, mas sem planos de um lançamento futuro no Brasil. 

CRETA DIAMOND

O conceito Creta Diamond também é outra atração. O modelo tem acabamento mais refinado, entretenimento na segunda fileira, bancos revestidos em couro perfurado, acabamento na cabine com maior riqueza de detalhes e teto solar panorâmico.

Há chances do carro ganhar as ruas e se tornar uma versão topo de linha mais chique do SUV compacto.

*O jornalista viajou a convite da Anfavea
SIGA O AUTO DA GAZETA NO INSTAGRAM
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]