O anúncio, na semana passada, de que a BMW e a Mercedes-Benz ameaçam processar duas montadoras chinesas por "plágio" de veículos mostra um lado menos grandioso da economia daquele país. A origem dos "similares" ou "inspirados" está na forma como foi implantada a indústria automotiva no gigante asiático. Precisando de tecnologia, o governo de Pequim tinha que permitir a presença de marcas estrangeiras. Para não abrir mão do controle da economia, o estado comunista obrigou as montadoras européias, norte-americanas e japonesas a se associarem a empresas locais. A fórmula contribuiu para que os chineses tivessem acesso a projetos dos fabricantes tradicionais e, desta forma, abriu espaço para o surgimento desses verdadeiros clones.

"A semelhança dos carros chineses com modelos já existentes no mercado vai continuar e poderá provocar no futuro outras reações de montadoras", prevê Paulo Roberto Garbossa, consultor da ADK Automotive, de São Paulo. Ele avalia que será muito difícil um fabricante tradicional conseguir ganhar um processo de plágio contra uma empresa daquele país. "Os chineses podem até copiar boa parte do projeto de um carro, mas também fazem algumas mudanças. Assim, eles sempre poderão dizer que apenas se inspiraram em determinado modelo", acrescenta.

Não faltam exemplos de verdadeiros "clones" chineses. No caso da Mercedes-Benz, a montadora alemã acusa a concorrente Shandong Huoyun de produzir um carrinho – denominado HuoYun Electromobile – idêntico ao Smart Fortwo. Já a BMW está de olho na Shuanghuan, que irá expor no Salão de Frankfurt (que ocorre de 13 a 23 de setembro) o modelo Sceo, que traz muita semelhança com o jipão X5.

O caso mais famoso, no entanto, envolve um modelo que começa a ser vendido no Brasil em 2008, o Chery QQ. Em 2003, quando o compacto foi lançado na China, a General Motors acusou a a Chery de copiar o projeto do Daewoo Matiz, modelo que deu origem ao GM Spark – o fabricante sul-coreano foi adquirido pela GM naquele mesmo ano. Mas o processo não deu em nada. A Chery alegou que teria comprado o projeto da Daewoo antes de a sul-coreana falir.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]