Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Foto: Volvo/ Divulgação
Foto: Volvo/ Divulgação| Foto:

A Volvo apresentou o seu primeiro veículo 100% elétrico. Será uma versão do XC40 e já com o passaporte carimbado para o Brasil. A previsão de estreia em solo nacional é em 2021.

O XC40 Recharge é equipado com motor elétrico, que rende o equivalente a 413 cv e 67,3 kgfm de torque, associado ao câmbio automático de 8 marchas. Números que o levam de 0 a 100 km/h em apenas 4,9 segundos, digno de veículos esportivos.

A tração é integral e o SUV compacto pode trafegar até 400 km com uma carga, segundo o WLTP, o novo ciclo global de medições.

De acordo com a fabricante sueca, a bateria leva 40 minutos para alcançar 80% da carga por meio de uma estação de reabastecimento rápido.

Além da nova motorização, o XC40 também virá com uma atualizada central multimídia, que roda o sistema Android, da Google. Ele permite que o motorista execute funções do carro pelos comandos de voz; além de controlar a temperatura do ar-condicionado, definir um destino, tocar músicas e enviar mensagens.

Volvo XC40 Recharge P8 AWD in Glacier Silver,
Volvo XC40 Recharge P8 AWD in Glacier Silver,

O XC40 é o primeiro modelo da família Recharge, como se chamará a linha de carros elétricos e híbridos da Volvo. Atualmente, cada veículo da marca sueca tem uma variante híbrida, que pode ser carregada na tomada.

A estratégia da fabricante é lançar um modelo 100% elétrico a cada ano e até 2025 disponibilizar a tecnologia em 50% de seus automóveis. Os outros 50% serão de híbridos.

A partir do próximo ano, o site da Volvo dará destaque para os veículos elétricos e híbridos, além de incentivar a compra dos modelos "verdes" com o reembolso dos custos de recargas dos clientes no primeiro ano de uso.

"Sem a necessidade de uma grade (já que precisa de menos fluxo de ar para a refrigeração do motor elétrico), criamos uma frente ainda mais limpa e moderna, enquanto a falta do escapamento faz o mesmo na traseira", disse Robin Page, chefe de Design da Volvo Cars.

Assim, uma grade frontal e coberta na cor da carroceria cria uma identidade visual distinta dos demais modelos. O teto preto contrastante é o padrão para as oito opções de cores da carroceria.

As baterias do SUV ficam acomodadas sob o assoalho e ocupam praticamente toda a base do modelo. A posição mais baixa garante um centro de gravidade melhor para o XC40 elétrico.

Um segundo porta-malas, com capacidade para 30 litros, foi instalado na dianteira do veículo.

No Brasil, os modelos híbridos representam 22% do volume total das vendas da empresa sueca. Em 2020, a meta da Volvo é alcançar 40%, principalmente com lançamentos de novas versões eletrificadas, como o XC40 Plug-in Hybrid, que desembarca ainda no primeiro trimestre.

Ele usará o inédito motor 1.5 turbo com uma unidade elétrica, de 82 cv. Combinados, os propulsores vão entregar 262 cv e 43,3 kgfm. A transmissão será automatizada de dupla embreagem e sete marchas.

3 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]