Blog De Brasília

Ao lado de Alvaro Dias, Kireeff confirma pré-candidatura ao Senado

Ex-prefeito de Londrina Alexandre Kireeff. Foto: Roberto Custódio/Arquivo Jornal de Londrina
Ex-prefeito de Londrina Alexandre Kireeff. Foto: Roberto Custódio/Arquivo Jornal de Londrina

O empresário e ex-prefeito de Londrina Alexandre Kireeff (PODE) confirmou que pretende se candidatar ao Senado nas eleições de 2018. O anúncio foi feito via Facebook (assista ao vídeo logo abaixo), em Brasília, pelo senador paranaense Alvaro Dias (PODE), pré-candidato a presidente da República, e pela deputada federal Renata Abreu (SP), presidente nacional do Podemos.

A possibilidade de sair para o Senado – ou até para o governo do Paraná – já rondava Kireeff, que assumiu a tarefa de colaborar com a organização do Podemos no Paraná em meados deste ano. Mas a confirmação chegou só nesta terça-feira (19), no mesmo dia da divulgação, pela Gazeta do Povo, da pesquisa de intenção de voto para o Senado. Entre dez nomes, Kireeff apareceu em último lugar.

A confirmação sobre os planos de Kireeff também surge em um momento no qual o ex-senador Osmar Dias (PDT), irmão de Alvaro, se consolida como pré-candidato ao governo do Paraná: levantamento divulgado pela Gazeta do Povo na segunda-feira (18) apontou empate técnico entre o pedetista e o deputado estadual Ratinho Júnior (PSD).

Se Kireeff fosse lançado ao governo estadual pelo Podemos, como se ventilou, o cenário ficaria naturalmente embaralhado para os irmãos Dias.

Além disso, Osmar ainda pode deixar o PDT rumo ao PODE do irmão, embora tal filiação pareça cada vez mais distante.

Em 2012, então no PSD, Kireeff ganhou a disputa pela Prefeitura de Londrina ao se apresentar ao eleitorado como um “nome novo”, distante dos escândalos de corrupção que marcaram a história da segunda maior cidade do Paraná. Terminou o mandato no ano passado, com alta aprovação, mas não tentou a reeleição.

“Cumpriu um mandato exemplar como prefeito de Londrina. Por ser contra a reeleição, não aceitou disputar a reeleição. Demonstrando coerência. E, olha, coerência na política é um produto em falta nas prateleiras”, disse Alvaro, já no tom de 2018.

 

8 recomendacões para você