Blog De Brasília
0

Dos 30 paranaenses, 20 votam a favor da reforma trabalhista; Yared é a única a contrariar a própria legenda

Plenário da Câmara dos Deputados durante votação da reforma trabalhista. Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Plenário da Câmara dos Deputados durante votação da reforma trabalhista. Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

O texto principal da reforma trabalhista em trâmite na Câmara dos Deputados foi aprovado por volta das 22h30 de hoje (26) com o apoio de 296 parlamentares. Outros 177 deputados federais votaram contra o substitutivo ao projeto de lei 6787/2016. Dentro da bancada do Paraná, dois terços dos políticos contribuíram para a vitória do Planalto: foram 20 votos a favor do texto principal; sete contrários; além de três ausências.

Entre os paranaenses favoráveis ao corpo da reforma trabalhista, chama a atenção o voto do deputado federal João Arruda, que, embora pertença ao PMDB, andava se posicionando contra o governo federal. Já entre os paranaenses que rejeitaram o texto, a única “traição” registrada pelo presidente Temer foi da deputada federal Christiane Yared, que contrariou a orientação da própria legenda, o PR, sigla da base aliada.

Outros três paranaenses, embora também façam parte da bancada de sustentação do Planalto na Casa, estavam autorizados pelas suas respectivas siglas a votar contra a reforma trabalhista: caso de Fernando Francischini, do Solidariedade (SD), e de Luciano Ducci e Leopoldo Meyer, ambos do PSB. Tanto o SD quanto o PSB se juntaram à oposição (PT, PDT, PCdoB, Psol e REDE) contra a reforma trabalhista.

Veja abaixo como se posicionou cada parlamentar do Paraná.

 

VOTARAM CONTRA A REFORMA TRABALHISTA:

Aliel Machado (REDE)

Assis do Couto (PDT)

Christiane Yared (PR)

Enio Verri (PT)

Fernando Francischini (SD)

Leopoldo Meyer (PSB)

Luciano Ducci (PSB)

 

VOTARAM A FAVOR DA REFORMA TRABALHISTA:

Alex Canziani (PTB)

Alfredo Kaefer (PSL)

Dilceu Sperafico (PP)

Edmar Arruda (PSD)

Evandro Roman (PSD)

Giacobo (PR)

João Arruda (PMDB)

Leandre (PV)

Luiz Carlos Hauly (PSDB)

Luiz Nishimori (PR)

Nelson Meurer (PP)

Nelson Padovani (PSDB)

Osmar Bertoldi (DEM)

Reinhold Stephanes (PSD)

Rocha Loures (PMDB)

Rubens Bueno (PPS)

Sandro Alex (PSD)

Sergio Souza (PMDB)

Takayama (PSC)

Toninho Wandscheer (PROS)

 

NÃO APARECERAM PARA VOTAR:

Diego Garcia (PHS)

Hermes Parcianello (PMDB)

Zeca Dirceu (PT)

8 recomendacões para você