Blog João Frey

Ibope: Oriovisto herdou os votos perdidos por Richa na disputa ao Senado

Oriovisto Guimarães (Podemos) (Foto: Marcelo Andrade/Gazeta do Povo)
Oriovisto Guimarães (Podemos) (Foto: Marcelo Andrade/Gazeta do Povo)

A pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (27) mostrou que o ex-governador Beto Richa (PSDB) caiu 11 pontos nas intenções de voto para o Senado no Paraná. A primeira pesquisa do instituto foi divulgada no dia 4 de setembro. Neste intervalo, Richa passou quatro dias preso em decorrência da Operação Rádio Patrulha. No mesmo período, o candidato ao Senado que mais cresceu foi Oriovisto Guimarães (Podemos). Ele foi de 3% das intenções de voto no começo do mês para 15% nesta quinta-feira.

Uma leitura possível da pesquisa é que os votos que Richa perdeu estão indo para Oriovisto e não para Flavio Arns (Rede), como se imaginou logo após a prisão do ex-governador. Na pesquisa anterior, o candidato da Rede aparecia isolado na terceira posição e era, teoricamente, o candidato com maior chance de derrotar Richa.

LEIA MAIS: Ratinho mantém dianteira para o governo; Cida e Arruda crescem

Ao olhar para a segmentação do levantamento, percebe-se que Oriovisto cresceu especialmente entre os eleitores mais ricos. Na faixa dos que recebem mais de cinco salários mínimos, ele aparece com 14% das intenções de voto na pesquisa espontânea, atrás de Roberto Requião (19%) e tecnicamente empatado com Arns (12%).

Olhando para a estratificação regional, o maior desafio de Oriovisto é o interior do estado, onde aparece com 6% na espontânea, e a Região Metropolitana de Curitiba, com 3%. Na capital ele tem 10%.

VEJA TAMBÉM: Após prisão de Richa, quatro candidatos disputam segunda cadeira do Senado

Além da perda de votos de Beto Richa, outros dois fatores podem explicar o crescimento do candidato do Podemos. Nas últimas semanas ele tem estado muito próximo à campanha de Ratinho Junior – que lidera na disputa pelo governo. Por onde vai pedir votos para sua própria candidatura, Ratinho leva seu candidato ao Senado a tiracolo e assim fortalece o nome do candidato ainda desconhecido de boa parte do eleitorado.

DESEJOS PARA O PARANÁ: Planejamento de longo prazo

O perfil de Oriovisto também ajuda a explicar essa ascensão. Empresário bem-sucedido e novato na política, ele conta com a simpatia de um eleitorado que no Paraná – e especialmente em Curitiba – se identificava com o PSDB e com o próprio Beto Richa. Com o envolvimento do partido e do candidato em esquemas de corrupção, Oriovisto parece sugir como o herdeiro desses votos.

Além de Oriovisto, apenas Alex Canziani (PTB) e Mirian Gonçalves (PT) registraram crescimento entre os dois levantamentos. Canziani foi de 11% para 14% e Mirian saiu de 3% para 7%.

*Pesquisa realizada pelo Ibope de 24/set a 26/set/2018 com 1.204 entrevistados (Paraná). Contratada por: SOCIEDADE RADIO EMISSORA PARANAENSE SA / TV PARANAENSE, REDE PARANAENSE . Registro no TSE: PR-07128/2018. Margem de erro: 3 pontos percentuais. Confiança: 95%. *Não sabe / Não respondeu. OBS: A pesquisa está sendo impugnada por representação eleitoral em razão de alegadas discrepâncias técnicas concernentes à estratificação do eleitorado.

* Pesquisa realizada pelo Ibope de 1º a 4/set/2018 com 1204 entrevistados (Paraná). Contratada por: REDE PARANAENSE DE COMUNICAÇÃO. Registro no TRE: PR-04985/2018. Margem de erro: 3 pontos percentuais. Confiança: 95%. A primeira pesquisa do Ibope foi realizada de 16/ago a 22/ago/2018 com 1008 entrevistados (Paraná). Contratada por: REDE PARANAENSE DE COMUNICAÇÃO. Registro no TSE: PR-04869/2018. Margem de erro: 3 pontos percentuais. Confiança: 95%. OBS: A pesquisa está sendo impugnada por duas representações eleitorais, ajuizadas por interessados diversos, segundo os quais a pesquisa não atendeu aos requisitos previstos na Resolução n. 23.459/TSE, especialmente quanto à insuficiente estratificação para o nível econômico dos eleitores respondentes.

Acompanhe o blog no Twitter. 

8 recomendacões para você

 
 

mais comentadas da semana