Blog Memória FC

Por que o Atletiba final do Paranaense não vai passar na TV e internet

Por que o Atletiba da final não vai passar na TV nem na internet
Por que o Atletiba da final não vai passar na TV nem na internet

Os dois Atletibas da final do Paranaense 2018 representam uma volta aos velhos tempos do clássico. Para assistir ao encontro entre os rivais, só comparecendo ao jogo. O primeiro no Couto Pereira, no domingo (1º/4) já foi assim, o segundo na Baixada, neste domingo (8/4), às 16h, vai reforçar a lógica presencial.

LEIA MAIS: Atlético erra ao confundir direito de transmissão com flagrante jornalístico

O confronto não terá transmissão pela televisão porque o Atlético não vendeu os direitos para a Globo, empresa que tradicionalmente exibe o Estadual. Diferentemente dos demais 11 clubes da disputa, como o Coritiba, o adversário do Rubro-Negro na finalíssima.

LEIA MAIS: Independência no Youtube? Atlético e Coritiba dependem da TV cada vez mais

No Brasil, o direito de transmissão de um jogo pertence aos dois times que disputam o confronto. Ou seja, para que um determinado duelo possa ser veiculado na TV, ambos têm que ter contrato com a emissora em questão. Só o Coritiba tem. O Atlético não.

O clássico Atletiba também não terá transmissão pelo Youtube e Facebook, como ocorreu nos encontros pelo Paranaense de 2017. O motivo? Como o Coritiba vendeu seus direitos de transmissão, apenas a empresa compradora, no caso o grupo Globo, pode veicular seus jogos.

LEIA MAIS: Atletiba em mais de 200 fotos históricas. Viaje pelo passado do clássico!

Ou seja, não adiantaria o Furacão empreender nova tentativa de exibir o clássico pela internet, já que o Coxa já está “preso” por contrato. E como para a transmissão dos jogos é necessário que os dois times negociem os direitos, não é possível.

Para completar, o Coritiba seguirá as determinações do Atlético quanto à captação e distribuição das imagens do clássico Atletiba do próximo domingo (8), às 16 horas, na Arena da Baixada, no segundo jogo da final do Campeonato Paranaense. Na ida, o Coxa venceu por 1 a 0, no Couto Pereira.  A tendência é de que a equipe de comunicação alviverde possa filmar o jogo. A distribuição dos registros para os veículos de mídia em geral, entretanto, deve ser comandada exclusivamente pelo Furacão.

O diretor de direitos esportivos do Grupo Globo, Fernando Manuel Pinto, explicou a negociação à Gazeta do Povo.  “Da minha parte sim [poderia ter acordo], mas depende do outro lado, o Atlético. Mas não há uma discussão específica com o clube. A contratação destes direitos do Paranaense foi feito em um modelo que na prática é coletivo. Existe um contrato que o Coritiba aderiu que assim desejou fazer [no início do ano]. E nós respeitamos o desejo de um clube não querer participar”, explicou.

8 recomendacões para você

 
 

mais comentadas da semana