Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Rua de restaurantes
Permissão veio quase uma semana depois da prefeitura restringir o funcionamento dos restaurantes para apenas das 11h às 15h.| Foto: Leticia Akemi/Gazeta do Povo

A partir desta sexta-feira (19) os restaurantes de rua de Curitiba podem abrir as portas das 11h às 15h e das 19h às 22h todos os dias da semana com atendimento no salão. A prefeitura de Curitiba publicou o decreto que flexibilizou o horário de funcionamento por volta das 20h desta sexta-feira.

Os restaurantes e lanchonetes que funcionam dentro de shoppings centers também receberam a permissão de funcionar durante o horário normal dos estabelecimentos comerciais -- das 12h às 20h de segunda a sexta-feira. No fim de semana o funcionamento continua proibido.

Os negócios de alimentação que funcionam dentro de galerias e centros comerciais podem funcionar das 10h às 16h de segunda a sexta-feira com proibição de abertura aos fins de semana.

A prefeitura de Curitiba também informou que vai acatar a recomendação estadual de proibir a venda de bebidas alcoólicas e o consumo em vias públicas após às 22h, medida sugerida por decreto para evitar a aglomeração de pessoas em bares de atendimento de rua e acidentes de trânsito que possam resultar em feridos ocupando UTIs públicas.

Os bares e atividades correlatas permanecem proibidos de funcionar com os salões abertos durante a bandeira laranja de risco médio. O delivery e drive thru está liberado para todos os tipos de estabelecimentos em qualquer horário ou dia da semana.

Negociação

A flexibilização veio no mesmo dia em que o governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, recomendou por decreto que o comércio de rua em geral da cidade poderia abrir as portas diariamente apenas das 10h às 16h, enquanto que os shoppings seriam restritos a operar somente de segunda a sexta, das 12h às 20h.

O decreto, construído em conjunto com as prefeituras da capital e região metropolitana, manteve a permissão para que cada cidade regulamente o funcionamento de determinadas atividades do comércio.

A negociação veio também seis dias depois da própria prefeitura restringir a operação do setor de alimentação fora do lar para apenas das 11h às 15h, dentro das regras de operação da bandeira laranja de risco médio de contágio da Covid-19. Os empresários chegaram a acertar um acordo para flexibilizar os horários, previsto para ter sido anunciado na última quarta (17) mas repensada após o número de casos subir em Curitiba.

Segundo a secretária municipal de saúde de Curitiba, Márcia Huçulak, a prefeitura estuda as medidas adotadas dia a dia e, por enquanto, não há possibilidade de se decretar um bloqueio total do comércio.

"Não vai ter lockdown neste momento, não há nessa semana ainda motivo para o fecha tudo", explicou na tradicional transmissão ao vivo diária pela internet.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]