Bebidas

Cervejaria lança rótulo República de Curitiba

A cerveja, fabricada pela Kruger’s Bier, está disponível em três versões: Blond Ale, American Ale e Weiss

por Da Redação Publicado em 12/07/2016 às 11h
Compartilhe

A expressão “República de Curitiba”, que ficou famosa após menção do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em conversas telefônicas gravadas pela Operação Lava Jato, agora dá nome a um trio de cervejas, produzidas pela cervejaria curitibana Kruger’s Bier. O rótulo foi lançado no último sábado (9) em um evento com público de cerca de 400 pessoas. “Nós aproveitamos a moda. De tanto ouvirmos essa expressão na televisão, nós pensamos ‘por que não colocar o nome de República de Curitiba em uma cerveja?’”, conta Josmar Kruger, proprietário da cervejaria.

>>> Veja todas as notícias sobre a Lava Jato

>>> Conheça 3 wine bars em Curitiba

>>> Não é dolangue! Nova hamburgueria aposta na temática paranaense

O resultado da ideia foram três rótulos nas cores da bandeira do Brasil nos estilos: Blond Ale, American Ale e Weiss. As cervejas da República de Curitiba custam de R$ 16,50 a R$ 21 (500 ml) e estão disponíveis para venda no Mercado Municipal.

A cerveja República de Curitiba está disponível nas versões blond ale, american ale e weiss. Foto: Divulgação

A cerveja República de Curitiba está disponível nas versões blond ale, american ale e weiss. Foto: Divulgação

>>>Cervejaria lança estilos inspirados na Brexit

>>> O que são e como funcionam as cervejarias ciganas

>>> Conheça 25 microcervejarias em Curitiba e região metropolitana

Por enquanto, o número de garrafas produzidas com marca gira em torno de mil, devido às limitações da fábrica. Porém, a cervejaria promete intensificar a produção nos próximos meses e também lançar um novo rótulo, a Irish Red, com amargor e nível alcóolico mais acentuado. Além da bebida da República de Curitiba, a cervejaria produz a Kruger’s Bier, também nas versões Blond Ale, American Ale e Weiss, que custam entre R$ 18 e R$ 22.

A cervejaria Kruger’s Bier produz cervejas há um ano e meio, mas passou a comercializar as bebidas somente em fevereiro deste ano.

Compartilhe

8 recomendações para você