Produtos & Ingredientes

Chocolate 100% brasileiro é exportado para Bélgica

A Fazenda Sagarana, que desde 2008 produz chocolates com o cacau plantado na Bahia, já exportou 15 quilos e tem mais pedidos chegando

por Katia Michelle, especial para Gazeta do Povo Publicado em 18/03/2016 às 21h
Compartilhe

O baiano Henrique de Almeida é quarta geração que se dedica à plantação de cacau na Bahia, mas é o primeiro da família a transformar a fruta em produto. Ele começou a produzir chocolates em 2009 a partir do cacau plantado na fazenda centenária de 60 hectaress. O resultado não podia ser melhor: além de chamar a atenção dos grandes produtores do mundo, acaba de exportar 15 quilos de chocolate 100% brasileiro para Bélgica.

>>> Conheça Lucas Corazza, o paladino do chocolate brasileiro

>>> Chocolate de A a Z: tudo o que você precisa saber

O baiano Henrique Almeida faz parte da quarta geração dedicada à plantação de cacau na Bahia, mas é a primeira a transformar a fruta em chocolate gourmet. Foto: Daniel Castellano/Gazeta do Povo.

O baiano Henrique Almeida faz parte da quarta geração dedicada à plantação de cacau na Bahia, mas é a primeira a transformar a fruta em chocolate gourmet. Foto: Daniel Castellano/Gazeta do Povo.

O pedido é resultado de um esforço que começou há dez anos e tem rendido bons frutos. O Chocolate Fazenda Sagarana, totalmente produzido na Bahia, foi um dos destaques do Salão de Chocolate de Paris no ano passado. Além disso, a marca foi escolhida pela Embaixada do Brasil na França para fazer parte de uma degustação para um seleto grupo de especialistas. Com eventos como esse, o chocolate baiano começa a receber atenção fora do território brasileiro.

A história da Fazenda Sagarana começou há 150 anos com a família Almeida, quando começaram a plantar cacau em uma fazenda de 60 hectares localizada em Ilhéus, no Sul do Estado. Atualmente, mais de 50% de área plantava é dedicada ao cultivo de cacau no sistema “cabruca”, que preserva o ambiente e garante a sustentabilidade do ecossistema. Foi essa preocupação com o meio ambiente, aliás, que fez com que a fazenda fosse parceira do restaurante itinerante Gastronômade, que teve sua etapa paranaense realizada no dia 5 de março, na Vinícola Araucária, em São José dos Pinhais.

Henrique esteve em Curitiba para acompanhar o evento  e falou com exclusividade ao Bom Gourmet. “Parece inacreditável que um produtor brasileiro de chocolates está expondo para Bélgica, mas está acontecendo”, disse. Ele prefere não divulgar o chef que fez o pedido por receio da concorrência.

A primeira remessa, de 15 quilos, já foi enviada para o país que produz um dos melhores chocolates do mundo, para ser temperado e transformado em sobremesas servidas em hotéis da região. A proposta, no entanto, é aumentar a capacidade produtiva da fábrica baiana para que a empresa tenha ainda mais condições de exportar o produto.

Os chocolates da Fazenda Sagarana são produzidos nas versões 42%, 67% e 76% cacau. Conta com vários pontos de venda espalhados pela Bahia, São Paulo e Paraná, além de ser distribuído pela rede italiana Eataly, em São Paulo. Conheça os pontos de venda aqui.

 

 

Compartilhe

8 recomendações para você