Produtos & Ingredientes

Legume

Chega de chuchu molenga! Aprenda preparos diferentes para fazê-lo brilhar

Injustiçado por cozimentos longos, o chuchu ganha nova roupagem quando assado, frito, em forma de bolinho ou cookie e até quase cru

por Talita Boros Voitch Publicado em 27/11/2018 às 11h
Compartilhe

A verdade é que o chuchu sempre foi um legume renegado. Sua fama de sem graça, sem sabor e sem textura foi agravada por cozimentos longos, erro mais comum ao prepará-lo em casa. Com sabor suave e bastante maciez, o chuchu ganha nova cara ao ser servido em preparos diferentes – assado, frito, em forma de bolinho ou cookie e até quase cru em saladas.

Planta originária do México e das Antilhas, o chuchu se difundiu rapidamente no Brasil. Assim como o tomate, é considerado um legume-fruto. A região Sul do Brasil tem um dos melhores climas para sua produção, pois ele se desenvolve bem em temperaturas amenas, entre 15° e 25°. De fácil manejo, sua produção dá fruto o ano inteiro.

A chef Gabriela Carvalho frita o chuchu empanado na farinha de arroz temperada com sal e pimenta, ovo e farinha de milho com gergelim. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

A chef Gabriela Carvalho frita o chuchu empanado na farinha de arroz temperada com sal e pimenta, ovo e farinha de milho com gergelim. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

No Quintana e em casa, a chef Gabriela Carvalho frita o legume empanado com farinha de arroz temperada com sal e pimenta, ovo e farinha de milho com gergelim. “Gosto de colocar outros elementos como gergelim ou outras sementes para destacar a suavidade do chuchu. Fica suculento e macio. Brincamos que é o nosso peixe vegetariano”, diz Gabriela. A farinha de arroz tosta durante fritura e dá um sabor extra ao legume.

Outra forma de valorizar o chuchu é servi-lo com algo ácido – pode ser limão, vinagre ou outra fruta, como caju. A chef Gabriela Carvalho gosta de misturar o legume com cebola roxa laminada finamente, azeite, cebolinha e vinagre de caqui. Outra forma indicada pela chef é uma salada com peras, tomate, avelãs e folhas de hortelã.

Salada de chuchu com peras, tomate, avelãs e folhas de hortelã do Quintana. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Salada de chuchu com peras, tomate, avelãs e folhas de hortelã do Quintana. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Chuchu e água: quanto menos melhor

Por ter bastante água, o chuchu não deve ser imergido por muito tempo. Se for necessário, o cozimento deve ser rápido justamente para preservar sua textura, só para dar aquele “susto” no legume. Caso contrário, o aspecto molenga que desagrada todo mundo vai prevalecer. “Só marinado com laranja lima, um pouco de limão e sal ou escaldado por um minuto para manter a crocância”, destaca a chef Manu Buffara, do Manu.

A premiada chef de Curitiba conta que gosta de extrair a água do chuchu no extrator antes de cozinha-lo. “Servido assado em saladas, quente ou frio, também fica ótimo. Quase cru em formato de carpaccio é outra forma de deixar o chuchu saboroso”, diz.

Manu cita outros preparos que destacam o sabor do legume. Em formato de bolinho, como os tradicionais bolinhos de arroz e espinafre, é uma forma interessante de prepara-lo em casa, com garantia de agradar o paladar de todos. “Amassado com farinha e ervas e depois assado em formato de cookie também é uma boa ideia”, afirma a chef.

LEIA TAMBÉM

Vegetais, grãos, peixes e azeite de oliva: como deixar a comida mais leve no verão

5 receitas leves que você prepara em 20 minutos

Aprenda uma receita de omelete para usar as sobras de vegetais da geladeira

Compartilhe

8 recomendações para você