Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
comida-di-buteco-vencedor-curitiba-bom-gourmet
Prato ganhador do primeiro lugar do concurso Comida di Buteco, em Curitiba.| Foto: Divulgação|Comida di Buteco

A 21ª edição do Comida di Buteco já anunciou alguns dos vencedores da etapa regional. Foram 24 dias de votação e as premiações ainda estão sendo finalizadas. Os ganhadores vão representar seus respectivos estados na próxima fase, que vai eleger o melhor boteco do Brasil. O concurso tem a participação de 500 bares espalhados por mais de 40 cidades brasileiras.

Com a etapa regional encerrada, um comitê de jurados vai viajar por todo Brasil e conhecer os vencedores. Cada bar vai receber três jurados, sendo um da sua cidade e dois de outros lugares do Brasil. Nesta edição, o tema foi “raízes” e o uso de ingrediente como batatas e mandioca, era obrigatório, fosse no preparo do petisco servido ou como acompanhamento.

Em Curitiba, o Armazém do Espetinho foi o vencedor e vai representar a capital paranaense na etapa nacional. O bar, que é comandado pelo casal Gil e Eliane Martins, havia ficado em quarto lugar na edição de 2019 e em 12º na primeira participação, em 2018. Este ano, tiveram o salto para o primeiro lugar com o petisco De lamber os dedos, feito de tulipas de frango assadas na brasa, refogadas na mostarda e mel com gengibre, salpicadas com coentro, acompanhado de chips de batatas.

“Foi um prato novo e criado exclusivamente para o Comida di Buteco. A ideia era fazer algo simples, que remetesse ao que nós realmente somos, nossa essência, e também mostrar nossas raízes, não só a raiz do alimento, já que este era o tema desta edição. É uma porção que, se quiser, pode comer com as mãos, por isso o nome do prato”, explica Eliane.

comida-di-buteco-vencedor-curitiba-bom-gourmet1
Vencedores do primeiro lugar em Curitiba do concurso Comida di Buteco. Foto: Divulgação| Divulgação/Comida di Buteco

Além do Armazém do Espetinho, outros dois bares curitibanos foram premiados. O segundo lugar ficou com o Schnaps Bar, que já havia vencido duas vezes, em 2018 e 2019. Desta vez, o prato que trouxe a vice-liderança foi o Quarteto arregado, Piáaa, com crispy de batata doce com iscas de mignon ao molho de queijo; trouxinhas de bolinho de carne com queijo e ovo de codorna; trouxinhas de posta ao molho e pasteizinhos de banana com doce de leite e cream cheese, acompanhado de molhos da casa. O terceiro lugar, que também já havia sido campeão em 2015, ficou com o bar Casa Velha e o seu prato de croquete de carne de panela.

Esta edição do Comida di Buteco foi marcada pelo movimento Salve os Butecos, que teve intenção de ajudar 500 bares afetados pelas restrições impostas pela pandemia. “O Comida di Buteco fez muita diferença pro nosso bar e estamos com uma felicidade que não cabe dentro da gente, ainda mais com a pandemia. Nós tivemos muito medo de fechar as portas porque, realmente, não foi e não está sendo fácil, então uma notícia dessas nos traz muita motivação”, conta Eliane.

A pandemia também fez com que o concurso apostasse em um novo formato, com foco no Delivery. Assim, os clientes puderam participar de três formas: pedindo por delivery, levando o petisco para casa (takeaway) ou degustando no próprio local. A principal diferença é que apenas quem pediu o petisco e degustou no local, pode votar. Afinal, a votação avalia de 0 a 10 também o atendimento, higiene e temperatura da bebida, além do sabor do prato.  O voto dos clientes somou o peso de 50%, e os outros 50% foram da avaliação dos jurados.

Mais informações: @comidadibuteco

Veja também

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]