Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Pesquisadores japoneses garantem que um toque com a língua em uma tela possibilita sentir gosto da comida.
Pesquisadores japoneses garantem que um toque com a língua em uma tela possibilita sentir gosto da comida.| Foto: Bigstock

Uma televisão com sabor de comida, por meio da qual você pode, por exemplo, degustar uma pizza. É nessa linha que a equipe do professor Homei Miyashita apresenta a Taste-the-TV, o protótipo de tela que, ao ser tocada pela língua, permite que o usuário sinta, garantem os pesquisadores, o sabor dos alimentos. A última demonstração do produto foi em novembro do ano passado, na Digital Content Expo, evento internacional voltado para a divulgação das pesquisas científicas na área da tecnologia.

televisão com sabor de comida
Os pesquisadores japoneses garantem que com o toque da língua na tela, é possível sentir o sabor dos alimentos. | Reprodução/YouTube da Universidade de Meiji

De acordo a BBC Brasil, com informações da Reuters, o aparelho possui dez tubos conectados, que estão relacionado a alguns dos principais sabores detectáveis pelo paladar humano, como o doce, salgado, amargo, azedo e umami. No momento da experiência, eles se mesclam e são pulverizados sobre uma película devidamente higienizada para projetar o sabor a ser degustado pelo usuário.

televisão com sabor de comida
Estande de demonstração da Taste-the-TV. Foto: Reprodução/Twitter DCEXPO

Ainda à Reuters, o professor diz que objetivo é possibilitar que as pessoas tenham a experiência de comer em um restaurante do outro lado do mundo, mesmo estando em casa. Ele também acredita que a engenhoca possa ser útil para treinar profissionais do food service, como sommeliers e cozinheiros. A estimativa de preço do aparelho, caso alguma empresa manifeste interesse, ficaria em torno de R$ 5 mil, na conversão para a moeda brasileira.

Abaixo, você pode conferir, com no vídeo da Universidade de Meiji, com legendas em inglês, todos os detalhes sobre a televisão com sabor de comida que pode revolucionar o modo como nos relacionamos com os alimentos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]