i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Internacional

Do falafel ao sanduíche de tripas, conheça os sabores de Istambul

O chef Guile Kaesemodel esteve em Istambul e conta sobre as curiosidades e delícias gastronômicas que encontrou na cidade turca

  • PorGuile Kaesemodel, especial para o Bom Gourmet
  • 04/07/2019 15:00
Mercado de especiarias em Istambul. Foto: Guile Kaesemodel.
Mercado de especiarias em Istambul. Foto: Guile Kaesemodel.| Foto:

Uma cena que se repete em cada bairro, em cada mercado que visitei, mostra como é a Istambul de hoje. Um lugar que ao mesmo tempo é cosmopolita, vivo, cheio de gente jovem em bares e restaurantes, é ao mesmo tempo um lugar conservador, com suas mesquitas e mulheres totalmente cobertas por burca.

A experiência culinária em que vivi nos meus poucos dias em Istambul foi assim também. Os mercados de especiarias vibram com cores, sabores e aromas. Os vendedores fazem questão de saber de onde eu vinha e abriam um enorme sorriso ao me oferecer em português uma xícara do famoso chá preto enquanto eu escolhia o que iria comprar.

Mercado de especiarias em Istambul. Foto: Guile Kaesemodel.
Mercado de especiarias em Istambul. Foto: Guile Kaesemodel.

>>>O mito do queijo branco: alguns têm o dobro de gordura dos queijos amarelos

O café da manhã turco é quase um almoço completo. Fui servido com uma tábua grande de queijos brancos e fortes. Os pães, diferente do que acontece em nosso café, são coadjuvantes para uma porção de pastas, marmeladas e patês. Mas o que mais me surpreendeu, foi a salada que eles costumam comer logo cedo.

Já nas ruas, eu estava muito curioso para provar pela primeira vez as comidas tradicionais. A princípio fiquei assustado quando logo na primeira esquina, me falaram que não poderia deixar de comer o famoso sanduíche de tripas. Passado o medo inicial, me surpreendi com um lanche saboroso, leve e cheio de especiarias secas.

Logo depois, fui apresentado a um famoso bar. Segundo uma moradora local, o melhor lugar para curar uma gripe ou uma forte ressaca. Os pratos servidos? Sopa de cabeça de boi ou petisco frito de cérebro de carneiro. Passei reto. Preferi uma opção mais certeira como um delicioso sanduiche de falafel com iogurte para tomar no lugar da água ou do refrigerante.

Segui para o um novo mercado, passando no caminho em um café local. As opções? Café forte com um extra de leitura do seu futuro com a borra que sobrar na xícara. O café turco é outra iguaria. Mais forte e cheio de corpo do que o nosso clássico café coado.

Chef Guile experimenta o chá preto típico da região. Foto: Arquivo Pessoal
Chef Guile experimenta o chá preto típico da região. Foto: Arquivo Pessoal

Antes de finalizar a minha viagem, fiz questão de provar o quibe da cidade. Me indicaram um restaurante bem típico com uma vista privilegiada para o lado asiático da cidade e para o principal mercado de especiarias. Os kibes e esfihas, muito diferente do que estamos acostumados, são bem mais temperados (cuidado com a pimenta) e muito mais suculentos.

Mas, como nem tudo é perfeito em uma cidade tão cheia de turistas como esta, as vezes em que não ia a um local previamente indicado por alguém que já conhecia a região, fui pego comendo carnes sem tempero, comidas extremamente oleosas e atendido por pessoas cheias de má vontade. Fiquem atentos! Mas no geral Istambul é um lugar para visitar muitas vezes. A lembrança dos sabores e paisagens ainda me acompanham.

>>Quanto custa comer nos melhores restaurantes do mundo?

VEJA TAMBÉM:

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.