Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Latas alumínio
A indústria de cervejas consumiu 70% das latinhas de alumínio fabricadas no Brasil em 2020.| Foto: Bigstock

A fabricação de latinhas de alumínio para a indústria brasileira de bebidas cresceu 7,3% em 2020, mesmo com a interrupção ou diminuição da produção por causa das regras de isolamento social no começo da pandemia. Ao todo, as quatro plantas brasileiras associadas à Abralatas comercializaram 32 bilhões de latas, com faturamento de R$ 17,5 bilhões.

Segundo a associação do setor, as vendas caíram no mês de abril, quando começaram as medidas restritivas, e afetaram o desempenho ao longo de todo o primeiro semestre – a queda foi de 3,8% no período. No entanto, a retomada da produção nas indústrias, principalmente de cervejas, ajudou na recuperação do mercado e alcançou a marca de 70% das bebidas envasadas.

“O consumidor brasileiro está mudando alguns hábitos e um deles é de que as vendas das cervejas passaram a ser feita principalmente no mercado, atacarejos ou lojas de conveniência e levada para tomar em casa”, explica Cátilo Cândido, presidente da Abralatas.

Para suprir a crescente demanda do mercado para diferentes usos, como água e outros alcoólicos enlatados, estão previstas três novas fábricas no Brasil nos próximos dois anos, com investimento de R$ 2 bilhões segundo a associação do setor.

Reciclagem

Ainda de acordo com a associação das indústrias, 95% das latas de alumínio consumidas no Brasil são recicladas para nossos usos, em torno de 30 bilhões ao ano.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]