Eventos

Último dia: Gastronomix reúne pratos do Brasil no Museu Oscar Niemeyer

Até as 17 horas, evento serve mais de 30 opções preparadas por chefs locais e nacionais para degustação de doces e salgados

por Flávia Schiochet Publicado em 02/04/2016 às 13h
Compartilhe

A oitava edição do Gastronomix é uma festa para todos: os chefs Celso e Gabriela Freire tomaram o cuidado de selecionar mais de 20 cozinheiros com pratos especiais salgados e doces para a festa deliciosa que encerra o Festival de Curitiba.

>>> Confira o cardápio completo

Os pratos são servidos em porções para degustação de 150 gramas e custam entre R$ 12 e R$ 20. O Gastronomix acontece no Museu Oscar Niemeyer no sábado (2) até as 17h e no domingo (3) das 11h às 17h. A entrada custa R$ 12 e cada pessoa recebe seu garfo e colher na entrada. Os pratos são servidos em louças que ao final da degustação são devolvidas em pontos específicos.

Gastronomix é no fim de semana de 2 e 3 de abril das 11h às 17h. Foto: Ivonaldo Alexandre/Gazeta do Povo

Gastronomix é no fim de semana de 2 e 3 de abril das 11h às 17h. Foto: Ivonaldo Alexandre/Gazeta do Povo

Correndo pela feira para assegurar que tudo esteja impecável, Freire comemora mais uma edição do evento. “Este foi o mix de chefs e pratos que mais gostei nestes últimos anos. Definimos a mescla pelas regiões e ficamos felizes que os chefs puderam vir e mostrar outras partes do Brasil. O Gastronomix recebe o Brasil em Curitiba e mostra a todos o Paraná”, diz.

O sabor típico do estado está nos ingredientes que o chef Rodrigo Martins escolheu para o prato do Mukeka Restaurante: pinhão e pupunha forma adicionados na iguaria especialmente para o evento. Leva ainda peixe meca e camarão e custa R$ 20.

Uma das receitas mais disputadas na manhã de sábado também tem a cara do Paraná: risoto mulatinho (feijoada com arroz cateto) do chef Reinhard Pffeifer, do restaurante Expedito, da Lapa. Da mesma cidade veio a inspiração da chef Fernanda Zacarias, da Ragú Rotisseria & Co.. A quirera da Lapa com pernil suíno era o prato que o casal Lucineia Persigili e Lebhon Guimarães iam provar na sequência. Eles começaram a degustação com o falafel do Velho Oriente, servido com saladinha, pastas e pão sírio.

Pirarucu com bisque de tucupi com farinha de Uarini. Foto: Flávia Schiochet/Gazeta do Povo

Pirarucu com bisque de tucupi com farinha de Uarini. Foto: Flávia Schiochet/Gazeta do Povo

Vários dos chefs são estreantes no evento. Ana Luiza Trajano, do restaurante Brasil a Gosto, em São Paulo, e Emmanuel Bassoleil, que comanda o Skye no Rio de Janeiro, são personalidades sempre presentes em Curitiba, mas é a primeira vez que participam do Gastronomix. O francês já perdeu a conta de quantas vezes veio à cidade e trouxe seu arroz de pato (R$ 18) para o público provar. “Esta é a minha maneira de preparar: cozinho o prato com vinho branco, desfio, refogo com bacon e linguiça defumada e sirvo com um molho à base de vinho do Porto, farofa de manjericão, alho caramelizado e chips de batata doce roxa”, detalha. Ana Luiza, por sua vez, trouxe um prato que simboliza conforto: “Carne de panela está muito ligada à nossa memória afetiva e é bem brasileira. Dá para comer só com o garfo de tão macia”.

Do Norte do país veio o pirarucu que o chef catarinense Felipe Schaedler, do Banzeiro, em Manaus, preparou com bisque de tucupi e farinha de Uarini, uma espécie de farinha d’água em formato de bolinhas miúdas. “Reduzi o tucupi para fazer essa bisque e quebrei a acidez dele com creme de leite fresco. A farinha eu frito com manteiga e alho e finalizo com cebola e brotos”, explicou.

Para quem gosta de sol, não falta espaço para curtir nos gramados. Quem prefere sombra pode aproveitar os mais de 2.500 lugares para sentar e os pontos debaixo das árvores. Durante todo o evento há shows, aulas de gastronomia gratuitas, espaço para crianças e degustação de cafés Melitta.

Compartilhe

8 recomendações para você