Produtos & Ingredientes

Tecnologia

KFC lança sanduíche vegano feito a partir de fungo

por Marina Mori Publicado em 07/01/2020 às 16h
Compartilhe

A onda da carne de laboratório está no seu auge. Nesta semana, as lojas britânicas do Kentucky Fried Chicken (KFC), referência mundial em frango frito, lançaram um sanduíche de “frango vegano”. Batizado de Zero Chicken, o lanche é feito com um “filé” que tem textura e aparência da carne de frango, mas na realidade é mais uma das novidades plant based que pipocaram no mercado gastronômico nos últimos meses. Alimento plant based é baseado em vegetais e alimentos na sua forma natural, não refinada e minimamente processada.

>>> A carne do futuro está nos laboratórios e, em breve, no fogão da sua casa

sanduiche-de-frango-vegano-kfc

Feito a partir de micoproteína, obtida por um fungo, e outras bases vegetais, o Zero Chicken é o novo sanduíche vegano do KFC. Foto: Reprodução / Instagram

Quem vê o empanado crocante servido com maionese (também vegana), alface e pão de gergelim nem imagina que o ingrediente principal do Zero Chicken é produzido a partir de um fungo microscópico, o fusarium venenatum. Dele, é extraída a micoproteína, uma fonte de proteína rica em fibra que depois é combinada à proteína da batata para dar forma ao “filé”.

A “carne vegana”, produzida pela Quorn, empresa britânica de alimentos vegetarianos, recebe o tempero secreto de 11 ervas e especiarias do KFC para ficar pronta. Empanada e frita, fica à altura de sua versão “animal”, o Chicken Fillet Burger, segundo a rede estadunidense de fast food.

O sanduíche Zero Chicken está à venda nas lojas da rede no Reino Unido desde o dia 2 de janeiro por £ 3.99, em média (R$ 21,38). Não há previsão de vendas para as unidades no Brasil. No Twitter, a novidade dividiu o público entre desconfiados e quem já provou e gostou.

O KFC tem feito testes com carnes plant based, que têm aparência, textura e sabor semelhantes à carne animal, desde meados de 2019. Em agosto, por exemplo, lançou no cardápio das lojas de Atlanta, nos EUA, uma versão limitada de nuggets veganos de frango feitos pela Beyond Meat. O produto esgotou nas primeiras cinco horas de venda.

O Zero Chicken, por outro lado, é produzido pela Quorn. Embora não seja tão conhecida quanto a Beyond Meat e a Impossible Foods, responsável pelos hambúrgueres plant based da rede Burger King nos EUA, a Quorn é expressiva no Reino Unido – produz em torno de 50 mil toneladas de micoproteína por ano.

O boom do plant based

2019 foi o ano em que os hambúrgueres plant based conquistaram o mercado mundial. Uma a uma, redes de fast food e food service, como Burger King e Nestlé, anunciaram estudos e lançaram suas versões de carne feita a partir de proteína isolada de soja, beterraba e outros vegetais. Mais recentemente, a suíça Nestlé anunciou a criação de queijo e bacon veganos.

Depois, chegou a vez do Brasil. Empresas como a Fazenda Futuro e a Behind The Foods provocaram curiosidade entre vegetarianos, veganos e até carnívoros que se renderam à novidade. Ao que tudo indica, é só o começo: com a queda no consumo de carne prevista para os próximos anos, mais opções surgirão para mudar a forma com que cada um espera comer seu sanduíche.

VEJA TAMBÉM

>>> Entenda como é rígido o processo de escolha de fornecedores do restaurante de Jamie Oliver

Compartilhe

8 recomendações para você