i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Inovação

Nestlé cria laboratório de pesquisa para estudar novos hábitos alimentares do consumidor

  • 03/08/2020 08:34
Linha de produção Nestlé
Uma das linhas de produção da Nestlé no Brasil. Laboratório vai diminuir pela metade os custos de pesquisas de novos produtos.| Foto: Douglas Eiji Matsunaga/divulgação

Com o objetivo de analisar e entender as mudanças no comportamento e nos gastos dos consumidores, a Nestlé criou um laboratório interno de inovação para pesquisar como a pandemia da Covid-19 está afetando o mercado de alimentos. Chamada de C.Lab, a iniciativa pretende mapear com mais agilidade e eficiência as novas tendências de consumo e demandas da população pelos produtos da marca – a marca estima um incremento de quase 70% nas pesquisas com um custo 50% menor.

Os trabalhos para o início da divisão já estão levando em consideração os dados obtidos na pesquisa Tracking Covid-19, que apontou que os consumidores brasileiros estão mesclando alimentação saudável com indulgência na cesta de compras neste período de pandemia, com a busca por itens que tragam conforto emocional no atual período.

Das 593 pessoas de 18 a 45 anos entrevistadas em todas as regiões do Brasil no mês de maio, 34% afirmam que perderam renda durante a quarentena, mas aumentaram os gastos com alimentos como frutas, verduras, leites, chocolates, biscoitos e carnes. Esse número sobe para 37% entre os que tiveram incremento de renda no período.

Comida feita em casa

Para Diego Venturelli, gerente de consumo e marketing da área que coordena o C.Lab da Nestlé no Brasil, os dados reforçam o movimento de consumo dentro do lar que deve se manter mesmo com o fim do confinamento.

"Em países no estágio mais avançado da pandemia, é possível identificar que o hábito de cozinhar em casa se manteve", diz.

Além de analisar os hábitos alimentares, a pesquisa também mostrou o impacto do novo coronavírus na renda dos brasileiros e de que forma a pandemia repercutiu em gastos como supermercado, educação, mobilidade, entre outros. Segundo a Nestlé, a categoria de alimentos e bebidas se mostrou uma das mais resilientes no atual cenário, pouco afetada na comparação com outros setores da economia.

1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 1 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • M

    Marcelo

    ± 0 minutos

    O novo hábito é fazer tudo em casa com produto da Frimesa que é mais barato em tudo.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso