i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Cuidados

Padarias e confeitarias devem seguir protocolos de segurança para atrair clientes; veja recomendações

  • 20/07/2020 11:12
Padaria
As padarias podem funcionar seguindo protocolos de segurança e higiene.| Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Consideradas como serviço essencial, as padarias e confeitarias precisaram rever seu modo de funcionamento e se adaptar às novas exigências tanto dos consumidores como das autoridades sanitárias. Assim como o restante do setor de alimentação fora do lar, as panificadoras também precisaram suspender alguns serviços, como buffets, diminuir a capacidade de atendimento no salão e fazer filas com marcações de distanciamento – além de implantar o serviço de delivery, que muitas não realizavam.

Para ajudar na operação dentro das novas regras sanitárias e atrair clientes com mais confiança, o Sebrae do Paraná elaborou um extenso protocolo de segurança para todo o espaço físico do negócio, o trato com os colaboradores e o atendimento aos clientes.

Além de adaptar a operação às novas regras, a consultora Patrícia Santini afirma que é preciso comunicar ao consumidor que os protocolos de segurança sanitária e boas práticas de alimentação estão sendo cumpridos. “Porque a sensação de estar protegido, especialmente neste momento, influencia a decisão de compra, seja para consumir no local, pegar e consumir em casa ou por delivery”, diz.

Veja quais são os cuidados recomendados pelo protocolo de segurança do Sebrae-PR e também as orientações da secretaria municipal de Saúde de Curitiba para a operação das padarias e confeitarias:

Colaboradores

  • Distribua a força de trabalho ao longo do dia, evitando concentrá-la em um turno só.
  • Quando possível, adote o home office para os colaboradores do setor administrativo.
  • Oriente os colaboradores a não utilizar os bebedouros, se possível retire-os do ambiente de trabalho, e os incentive a terem suas próprias garrafas ou copos individuais de água potável.
  • Oriente os colaboradores a vestirem o uniforme ou roupa de trabalho apenas na empresa.
  • Todos os colaboradores devem utilizar máscaras de proteção o tempo todo.
  • Oriente-os a higienizarem as mãos antes e depois da manipulação dos alimentos ou qualquer interrupção.
  • Realize reuniões de alinhamento todos os dias, e reforce as medidas para os colaboradores.
  • Informe diariamente os colaboradores sobre a situação da pandemia e oriente-os a não propagarem notícias falsas (fakenews).
  • Designe um funcionário para repassar as informações aos colegas, de preferência promovendo um rodízio diário para reforçar o espírito de equipe.
  • E afaste colaboradores com sintomas de gripe (febre, tosse e/ou sintomas respiratórios), orientando-os a procurar o serviço médico.

Espaço físico

  • Se possível, tenha duas entradas separadas para colaboradores e clientes. Do contrário, evite que eles transitem simultaneamente pela entrada única.
  • Mantenha os ambientes abertos e bem ventilados. Caso necessite do uso de ar-condicionado e outros sistemas de climatização, deve-se seguir a legislação específica e garantir a limpeza dos filtros constantemente, além de evitar que o fluxo incida diretamente sobre as pessoas, mesas e alimentos.
  • Diminua a capacidade de público do negócio, com um distanciamento mínimo de 1 metro entre cadeiras e 2 metros entre mesas. Em Curitiba, a lotação máxima é de 1 pessoa a cada 9 metros quadrados no interior da loja, considerando a área total de circulação de pessoas e o número de funcionários.
  • Retire as toalhas de tecido das mesas. Se usadas, troque-as a cada cliente. O Sebrae recomenda que se coloque uma placa de acrílico transparente sobre as toalhas, para que seja desinfetada após o uso de cada cliente.
  • Não utilize condimentos, enfeites, guardanapos ou qualquer item das mesas que possa ser tocado por mais de um cliente. Os produtos devem ser fornecidos em embalagens individuais.
  • O protocolo de saúde de Curitiba estabelece, ainda, que as louças, talheres e utensílios devem ser colocados à mesa somente na hora de servir.
  • A operação de buffets de autosserviço normalmente utilizados para café manhã, almoço ou café colonial, estão proibidos em Curitiba. O formato deve ser adaptado para o formato de rotisseria, quando um colaborador é designado para montar o prato do cliente de acordo com a preferência dele. Todos os utensílios utilizados, como louças, talheres e bandejas, devem permanecer na parte interna da área de servimento e acessíveis somente ao colaborador.
  • Desinfete os cardápios entre o atendimento de clientes ou substitua-os por modelos digitais, como o QR Code, ou ainda lousas explicativas que não sejam tocadas pelos consumidores.

Clientes

De acordo com o Sebrae, os cuidados com os clientes “visam evitar aglomerações e aumentar a efetividade da segurança, ao mesmo tempo em que garante a percepção de que os cuidados estão adequados”.

  • Distribua cartazes pela loja orientando aos clientes que apenas uma pessoa por família deve entrar para fazer as compras, evitando levar crianças e idosos.
  • Informe os consumidores de que carrinhos e cestos de compras usados não devem ser deixados junto dos que estão higienizados para os próximos usuários. Deixe-os distantes e estrategicamente colocados, como os higienizados na entrada e os já utilizados na área de caixa.
  • Utilize comandas descartáveis, eletrônicas ou que sejam de material de fácil higienização com álcool 70%.
  • Garrafas térmicas de autosserviço de cortesia de chá e café devem ser retiradas. Se a padaria ou confeitaria deseja manter o serviço, deve designar um colaborador para manusear as garrafas e servir o cliente em local adequado.
  • Cortesias como balas e doces devem ser embalados individualmente e servidos também um a um, nunca disponibilizados em um recipiente para autosserviço.
  • Os espaços kids devem permanecer fechados e sem acesso ao público.
  • Se possível, defina caixas de uso exclusivo para idosos, gestantes, imunossuprimidos e grupos de risco.
  • Se possível, ofereça o serviço de delivery para entregar na casa dos clientes, principalmente os de grupo de risco. Padarias que adotaram este canal de venda relatam terem aumentado o faturamento.

O Sebrae lembra ainda que a flexibilização das regras de distanciamento social e reabertura de atividades comerciais até então proibidas não significa uma retomada imediata do movimento. Isso dependerá do comportamento dos clientes, que querem se sentir seguros para consumir.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.