Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Medidas restritivas
Saiba quais são as medidas restritivas ainda válidas para os restaurantes de Curitiba.| Foto: Leticia Akemi/Gazeta do Povo/arquivo

O atual decreto sanitário de medidas restritivas contra a Covid-19 em Curitiba será válido por mais uma semana, de acordo com o anúncio feito pela prefeitura no final da manhã desta quinta (6). As determinações ainda são as mais flexíveis desde o começo da pandemia, mas com uma duração menor do que as anteriores.

Segundo a prefeitura, este novo decreto de bandeira amarela será válido apenas por 7 dias, enquanto que os anteriores duraram de 14 a 21 dias. Isso se dá por conta do salto no número de casos confirmados e ativos de coronavírus e também do crescimento de infectados pela gripe H3N2.

Com isso, os bares, restaurantes, lanchonetes, eventos e demais estabelecimentos do setor seguem com medidas mínimas como a obrigatoriedade do uso de máscara de proteção em ambientes de uso público ou coletivo, e a proibição do consumo de bebidas alcoólicas em vias públicas (exceto feiras livres e de artesanato).

Segundo Nelson Goulart Junior, presidente da seccional paranaense da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-PR), é preciso que os empresários mantenham o rigor na adoção das medidas de prevenção ao coronavírus.

“Desta forma e para manter o ritmo da retomada sem mais solavancos, precisamos ser muito severos com as equipes e com os clientes em relação aos cuidados previstos pelo decreto vigente”, diz.

Embora não haja mudanças, a secretária municipal de saúde, Márcia Huçulak, afirma que todos precisam colaborar para segurar uma disparada ainda maior no número de casos.

“Contamos com a população para manter a vacinação em dia e manter os cuidados preventivos à risca para conter a transmissão”, diz.

Para a pasta, o aumento pode estar ligado à propagação da variante Ômicron, embora testes positivados ainda estejam em análise. A média móvel do número diário de casos novos subiu 569,2% nos últimos 14 dias, e a média móvel de casos ativos subiu de 182,9% no mesmo período, informa a prefeitura.

Regras

Veja quais são algumas das medidas restritivas ainda em vigor em Curitiba de acordo com o novo decreto válido até 13 de janeiro, que prorroga as medidas do 1850/2021 em vigor desde 4 de novembro:

  • Não poderá haver circulação de pessoas consumindo alimentos e bebidas no estabelecimento.
  • Devem observar a capacidade máxima de ocupação.
  • Mesas para consumo devem ser higienizadas antes e após a utilização.
  • Uso de máscaras de proteção para todos os clientes e funcionários durante o período de permanência dentro e fora do estabelecimento.
  • Somente permitida a retirada da máscara pelos clientes durante o consumo e quando sentados, devendo recoloca-la o mais breve possível.
  • Manter os ambientes bem arejados ou equipamentos de ar condicionado com filtros e dutos limpos e manutenção e limpeza periódica.
  • Disponibilizar equipamentos para a higienização das mãos, como álcool em gel 70% ou pias providas de água corrente, sabonete líquido e toalhas de papel descartáveis com lixeira acionada por pedal.
  • Pagamento de contas e comandas preferencialmente por meios eletrônicos sem contato, e com a disponibilização de álcool em gel 70% imediatamente para a higienização das mãos.

Todos os protocolos para cada tipo de operação estão disponíveis no site especial para o coronavírus da prefeitura de Curitiba.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]