Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Restaurante Black Friday
A Black Friday pode ser uma boa oportunidade de conquistar novos clientes para o restaurante.| Foto: Bigstock

A data de promoções e descontos mais esperada pelo comércio e consumidores chegou, mas isso não quer dizer que as vendas da Black Friday nesta sexta (26) devem ser restritas apenas aos eletrônicos ou peças de vestuário.

Desde que a data começou a ser adotada no Brasil, o perfil dos participantes foi se alterando e, passada a fase do “tudo pela metade do dobro”, restaurantes e varejo de alimentos também começaram a se aproveitar. Claro que oferecer descontos vultuosos de 70% ou “compre 3 pague 2 (ou 1)” não é algo tão acessível a todos, principalmente nestes tempos de recuperação quase pós-pandemia.

Mas, também não é impossível oferecer boas vantagens aos atuais e potenciais novos clientes. Tudo passa pelo planejamento, que anda cada vez mais na ponta do lápis dos operadores.

Para Allan Panossian, especialista em negócios digitais e CEO da Delivery Direto, a adoção da Black Friday pelos restaurantes e varejo de alimentos vai variar de acordo com o objetivo de cada operador. Aumentar o faturamento do mês ou apenas aumentar a visibilidade da marca são dois deles.

“A compreensão de seus objetivos é peça-chave para definir o tipo de investimento a ser realizado. Para isso, dados como a quantidade de colaboradores em loja e cozinha, organização para recebimento de pedidos, produtos em estoque e entregadores disponíveis para o delivery devem ser coletados e estipulados de forma organizada e estratégica”, explica.

Essa análise vale tanto para os pedidos feitos presencialmente no restaurante como no delivery. Tudo deve ser planejado com antecedência e já de olho no movimento de clientes nesta retomada do movimento.

Alta demanda

Fabrício Nunes, head de marketing e comunicação da foodtech Goomer, explica que a flexibilização das medidas restritivas de controle da Covid-19 está levando as pessoas de volta às ruas, e com a Black Friday não será diferente.

Os estabelecimentos que fizerem promoções realmente chamativas e vantajosas para os clientes vão ver um movimento acima do normal. E aí entra um olhar ainda mais apurado sobre o planejamento e a organização.

“Neste ano, com a pandemia um pouco mais controlada, os estabelecimentos tendem a receber um fluxo maior de clientes e um volume maior de pedidos. Por isso, é necessário organizar o cardápio e o estoque para dar conta de atender à demanda”, analisa.

Quem já se planejou com antecedência, com encomendas maiores de insumos, pode ter conseguido negociações melhores. Mas, nada que não possa ser feito nesta última semana.

Melhor atendimento

Atendimento
Uma equipe bem treinada e confiante passa ao cliente a segurança necessária para que volte mais vezes.| Bigstock

O atendimento também vai precisar de um melhor planejamento nos dias de promoção, com treinamentos e escalas de trabalho para que os funcionários atendam aos clientes com mais eficiência. Isso vai contar muitos pontos do início ao fim da experiência do consumidor, como conta Julio Quaglia, CEO da consultoria de gestão Valuenet.

“O colaborador tendo essa eficiência, ele passará para o cliente que vai se relacionar e fidelizar melhor com o restaurante. Se você é bem atendido pelo garçom, se ele tenta te entender, é um ponto muito positivo para que o cliente fale bem do negócio”, conta.

Para o consultor, esse treinamento mais certeiro, deixando claro para os colaboradores os objetivos e a missão do restaurante, vai melhorar não apenas a relação da equipe, mas também com os clientes. E é isso que acaba fidelizando aquele consumidor que foi ao local apenas pela promoção da Black Friday ou que já o frequenta de vez em quando e tem potencial para virar um habitual.

E as promoções?

O benefício que cada restaurante vai criar para atrair os clientes na Black Friday depende de quanto se pode investir contando com um retorno depois. Pode ser desde um brinde, uma sobremesa, um drink cortesia, até descontos progressivos ou pratos a preços únicos.

“Esse é um momento para o seu estabelecimento se destacar, e conquistar um novo público. Mas, não se engane, você não será o único. Por isso, apresentar um diferencial será a chave do sucesso na Black Friday”, afirma Paulo Mezzalira, co-fundador da MarketingChef, agência especializada em marketing gastronômico.

Nos restaurantes da rede Halipar, por exemplo, os descontos nos pratos variam de 30% a 50% nas marcas Griletto e Montana Grill. Já a comida oriental do Jin Jin e o croissant da Croasonho são vendidos em combos de “compre 1, leve 2”.

Para muitos estabelecimentos, a conquista de novos clientes pela Black Friday foi fundamental para a expansão dos negócios. Na rede Divino Fogão, as promoções principalmente no delivery ajudaram a aumentar a presença de marca, segundo Reinaldo Varela, fundador da rede.

“Isso aumentou a atuação da marca nas regiões onde há unidades e, consequentemente, contribuiu para o incremento das vendas na ação desenvolvida ano passado. Em 2021, esperamos que haja um aumento de 20% nas vendas dos restaurantes do Divino Fogão durante o mês de novembro", conta.

Foco nas redes sociais

Redes sociais
As redes sociais se tornaram o principal canal de divulgação dos restaurantes, mas é preciso ficar atento às produções das fotos.| Bigstock

E já não é de agora que muito se fala no uso das redes sociais para ampliar a divulgação do restaurante – elas devem estar no topo da estratégia principalmente durante a Black Friday.

Afinal, o poder de alcance de mídias como o Instagram, por exemplo, não tem igual no mercado. São mais de um bilhão de usuários ativos no mundo todo, sendo o Brasil o terceiro país mais presente nela segundo um estudo de outubro de 2020 produzido pela We Are Social Hootsuite.

“É uma rede social totalmente imagética, ou seja, imagens e pouco texto, onde as pessoas adoram postar e ver conteúdo relacionado a comida. Por isso é tão importante que os bares e restaurantes não deixem de utilizar essa rede na Black Friday e nas demais datas importantes do ano.”, afirma Fabrício Nunes, da Goomer.

Mas é preciso ter muito cuidado ao usar redes sociais baseadas em imagens. Uma fotografia mal captada pode afastar os clientes em vez de atraí-los. Uma ação realizada recentemente pela 99 Food ofereceu aulas gratuitas de fotos gastronômicas de entradas e petiscos, prato principal e sobremesas – e continuam disponíveis no canal do YouTube da operadora.

Já a consultoria MarketingChef vai além, e sugere ainda colocar o Tiktok na estratégia. Essa ferramenta, segundo a empresa, tem sido instrumento de muitos resultados, já que vídeos são bastante consumidos pelos clientes, principalmente os de gastronomia.

Outra dica, ainda, é utilizar o WhatsApp para criar listas de transmissões de clientes mais antigos e manter um relacionamento, isso pode gerar bons resultados e trazê-los de volta ao estabelecimento.

Delivery

Por fim, a operação de delivery também deve continuar a ser bem olhada pelos restaurantes. De acordo com um estudo realizado pela Rede Globo em parceria com a MindMiners, 80% dos entrevistados têm a intenção de continuar utilizando o serviço de delivery e 72% disseram ter adotado os serviços de entrega em domicílio devido à comodidade.

Segundo Allan Panossian, da Delivery Direto, as promoções em marketplaces também são boas estratégias para conquistar e fidelizar atuais e novos clientes.

“É possível que estes empreendedores aproveitem as ações de marketplaces para a aquisição de novos clientes, por meio da distribuição de folhetos nas embalagens de entrega que os orientam a conhecer os canais próprios e seus benefícios", completa.

Outra estratégia é reforçar a presença multicanal do estabelecimento, com vendas tanto no offline como no online. Fatima Bana, mestre em comportamento de consumo digital, traçou uma série de itens para os operadores se atentarem nas estratégias de omnicanalidade.

Planejando bem a ação da Black Friday, o restaurante pode até não ver um retorno imediato de investimento, mas conquistará novos clientes no médio e longo prazo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]