Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Mais pedidos delivery
Hambúrgueres e pizzas estão entre os mais pedidos no delivery brasileiro em 2021.| Foto: Bigstock

A cada ano que passa desde que a pandemia da Covid-19 começou a dar as caras no Brasil, o serviço de delivery vai ganhando novas opções de pratos e culinárias diversas. Mas, são os sabores clássicos que seguem dominando a preferência dos clientes na hora do almoço ou jantar.

É o que revelam os mais recentes levantamentos divulgados pelas plataformas iFood e Uber Eats sobre os mais pedidos ao longo de 2021. Com pouca variação entre um aplicativo e outro, os lanches e os pratos de comida italiana, brasileira e oriental ocupam as primeiras posições da preferência dos clientes.

São opções que já tinham um bom desempenho desde antes do início da pandemia, e eram os mais comuns entre os restaurantes que ofereciam o serviço. Com a chegada da Covid-19, estes negócios foram os mais potencializados mesmo com a entrada de novos players no mercado.

A preferência confirma as pesquisas de mercado analisadas por Bernardo Buschle, CEO da Clouki, que licencia marcas para a operação em cloud kitchens. Em entrevista recente ao Bom Gourmet Negócios, ele afirmou que são os segmentos que mais vendem no país.

“A gente está falando de hambúrguer e pizza, basicamente os top-sellers se concentram nestes dois”, diz.

De acordo com ele, a análise destes dados indica como os clientes estão consumindo e o que mais demandam dos restaurantes, gerando novas oportunidades de negócios.

Mais pedidos

Seguindo a análise de Buschle, o iFood confirma a preferência pelos hambúrgueres no delivery. Foram, em média, quatro unidades por segundo, totalizando mais de 100 milhões de pedidos de opções como x-tudo, x-bacon, hambúrguer, x-burguer e x-salada.

A comida brasileira com grelhados vem na sequência e fecha o topo da lista com as pizzas ocupando a terceira posição de pedidos no iFood. No Uber Eats, elas são incluídas entre os pratos italianos.

Já a comida oriental tem no sushi a preferência dos clientes – 106% de aumento no número de pedidos –, mas com um olhar mais apurado sobre a culinária tailandesa. Ao longo de 2021, esta cozinha teve um crescimento de 31% de novos parceiros no iFood.

Comida saudável

Por outro lado, a preocupação com a tão falada “saudabilidade” durante a pandemia refletiu nos pedidos do delivery. As saladas, os pokes e o açaí tiveram um aumento de 130% na capital paulista, ocupando as 5ª e 8ª posições no ranking do iFood.

Já no Uber Eats, os sanduíches de 15cm do Subway lideraram o segmento, mas sem diferenciar as opções saudáveis das tradicionais.

Conveniência

Ambos os rankings mostram que os brasileiros descobriram a conveniência do delivery para outros pedidos além de pratos mais tradicionais. Os serviços de confeitaria, padaria e supermercado tiveram um desempenho melhorado em 2021.

A entrega de bolos e doces aparece entre as primeiras posições, com 12,5 mil pedidos apenas no Uber Eats. E uma curiosidade: as entregas continham a mensagem “feliz aniversário”. No iFood, a confeitaria e a padaria ocuparam as 6ª e 10ª posição dos mais pedidos.

É o que Patrícia Albanez, coordenadora de turismo do Sebrae/PR, chama de “delivery de tudo”. Isso é indicado no mais recente Guia de Tendências 2022-2023, que mostra os novos hábitos e comportamentos dos consumidores brasileiros.

“A gastronomia, ao mesmo tempo que foi duramente impactada pela pandemia, foi salva pela rapidez com que se adequaram a este processo de entrega”, conta.

Nas entregas de supermercado, por exemplo, tiveram destaque a compra de produtos hortifrúti como banana e cebola, além de refrigerantes, cervejas, frios e água sanitária. No Uber Eats, uma compra somou quase R$ 12 mil.

E, no iFood, conveniência de comprar marmitas prontas também entrou no ranking dos 10 mais pedidos pelos clientes.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]