Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
GoCoffee
Uma das microfranquias em franco crescimento no país é a GoCoffee, que pretende fechar o ano com mais de 100 unidades.| Foto: Rodrigo Pierrot/arquivo/divulgação GoCoffee

Responsáveis por muitas vezes serem o primeiro negócio de novos empreendedores, as chamadas microfranquias tiveram o valor máximo de investimento atualizado pela Associação Brasileira de Franchising (ABF). A entidade, que congrega mais de 1,1 mil redes, ampliou o referencial de R$ 90 mil para R$ 105 mil – alta de 16%.

Com isso, passam a fazer parte desta categoria de franquias mais cerca de 70 redes, principalmente das áreas de serviços e alimentação. O aumento do teto foi anunciado durante o congresso da ABF, realizado na última semana pela internet.

De acordo com a associação, esse reajuste ocorreu por conta do cenário econômico brasileiro nos últimos anos, com o aumento da inflação que refletiu nos custos operacionais e de implantação. O valor equivale a três vezes o PIB per capita apurado pelo IBGE no ano passado, que foi de R$ 35.172, o mesmo critério adotado pelo franchising nos Estados Unidos.

Para Adriana Auriemo, diretora de relacionamento, microfranquias e novos formatos da ABF, as microfranquias são o caminho encontrado por pessoas que precisam empreender por necessidade ou mesmo para quem deseja diversificar um negócio já existente.

“Em períodos de retração econômica, de redução da oferta de vagas de emprego, como estamos vivendo, os modelos de negócio mais enxutos se transforam em uma alternativa ainda mais interessante, uma vez que oferecem um modelo de negócio pronto e testado, além do treinamento e suporte de um empresário mais experiente, o franqueador”, explica.

De acordo com o último levantamento realizado pela ABF, em 2020, operam no país 562 redes com modelo de microfranquia, sendo 63% puras (apenas com este modelo) e 37% mistas (com os dois modelos). Muitas delas são redes tradicionais que lançam modelos neste formato, reafirmando também a capacidade das marcas de investirem em novos modelos de negócios.

Negócio certeiro

Os segmentos de serviços e de alimentação correspondem a 29% das redes de microfranquias, com destaque para a Ceofood, que tem 331 unidades espalhadas pelo país da plataforma de delivery de atuação local.

Segundo dados apresentados pela ABF no congresso, as microfranquias têm um prazo de retorno do investimento menor do que das outras redes, por conta do baixo aporte inicial. Nos quiosques, por exemplo, o retorno leva de 3 a 8 meses em média.

Já quanto ao tempo de atuação no mercado, entre as dez maiores microfranquias, as marcas franqueadas de 1 a 2 anos representam 30%. Adriana Auriemo acredita que as microfranquias vieram para ficar, independentemente da situação econômica do país.

“E cumprem um importante papel na formação de empreendedores em nosso país, sendo uma porta de entrada para quem deseja ser dono de um negócio, tendo acesso a uma marca consolidada, treinamento e todo o suporte técnico e operacional necessário para empreender com sucesso", conclui.

Uma das marcas em franca expansão pelo país é a GoCoffee, que já conta com 75 unidades abertas de norte a sul em três anos de atuação no mercado. A marca opera cafeterias no modelo to go com um investimento a partir de R$ 90 mil, e previsão de fechar 2021 com mais de 100 unidades.

“O take away caiu na graça de todo mundo principalmente neste momento de pandemia que estamos vivendo. Na verdade, isso já vem desde antes, com a correria do dia a dia que fazia com que as pessoas demandassem um consumo mais rápido”, conta André Henning, sócio da marca.

O segmento de atuação da GoCoffee é um dos que lideram o modelo de microfranquias acessíveis principalmente para quem está começando a empreender. Além dela, há ainda marcas como The Coffee, Mais1 Coffee e, mais recentemente, a entrada da Havanna em modelos to go de rua (embora o valor mínimo seja de R$ 150 mil).

Segundo dados do Portal do Franchising, uma das principais plataformas de notícias do setor, as buscas por informações de microfranquias representam 92,7%, com o termo “franquias baratas” o mais procurado pelos internautas.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]