Praça de alimentação
Plataforma está sendo testada nas operações da praça de alimentação do shopping Jockey Plaza, em Curitiba.| Foto: Leticia Akemi/Gazeta do Povo

De olho na crescente busca dos clientes por autoatendimento e  digitalização da experiência de compra, um shopping de Curitiba está implementando uma tecnologia que permite aos clientes fazer o pedido em restaurantes, quiosques e outras operações gastronômicas da praça de alimentação diretamente pelo celular -- antes mesmo de chegar ao local e sem precisar instalar aplicativos.

Através de um QR Code que é disponibilizado em vários pontos do shopping, o cliente é encaminhado a uma “praça de alimentação virtual”, um site onde pode acessar os cardápios das lojas participantes. Com os pratos escolhidos, basta escolher a forma de pagamento, que pode ser realizado pela própria ferramenta. Enquanto aguarda a mensagem de que o prato está pronto, o cliente pode continuar o passeio pelas lojas e serviços.

O Podi Pedir, como é chamada a tecnologia, está em funcionamento há pouco mais de um mês no Jockey Plaza Shopping, um dos dez empreendimentos do Grupo Tacla Shoppings. Atualmente, participam da iniciativa 20 dos estabelecimentos gastronômicos do centro de compras, dos quais a agência criadora da tecnologia cobra em torno de 5% sobre o valor dos pedidos, sem custos fixos ou adicionais.

Segundo Gustavo Tacla, diretor de inovação do grupo, a tecnologia permite que o estabelecimento reduza custos com a equipe de atendimento. O objetivo, ainda, é direcionar os esforços do lojista para uma melhor experiência do cliente.

“Estamos testando a tecnologia e recebendo muitos feedbacks, tanto de usuários quanto empresários, para aprimorar a experiência”, diz ressaltando que pretende levar o serviço para pelo menos mais dois estabelecimentos do grupo ainda no primeiro semestre de 2021, e outros dois no segundo semestre.

A ferramenta foi criada pela Tacla Labs, braço de inovação do grupo, em parceria com a Takeat.app, e promete evitar filas, aglomerações e o contato com cardápios físicos, além de trazer mais agilidade para as operações de gastronomia

A solução apresenta também inteligência de dados, com relatórios como opções mais pedidas e clientes mais assíduos, o que permite direcionar o estoque ou ações promocionais de forma mais assertiva.

Totens de autoatendimento

App Podi Pedir
Praça de alimentação na palma na mão, sem instalar aplicativos.| Gazeta do Povo

O Podi Pedir não é a primeira aposta do grupo na digitalização das operações gastronômicas. Em 2020, três totens de autoatendimento foram instalados em outro shopping do conglomerado em Curitiba. A experiência adquirida com a iniciativa serviu como incentivo para o desenvolvimento da nova ferramenta com QR Code.

"Criamos o setor de inovação um pouco antes da pandemia, como objetivo de digitalizar a experiência de compra dos clientes, mas ela nos mostrou que devíamos acelerar o desenvolvimento dessas inovações”, diz Tacla.

Localizados em pontos estratégicos - em frente aos cinemas e lojas âncoras - os totens também permitem o acesso aos cardápios de lanchonetes, restaurantes e quiosques de alimentação, a realização e o pagamento de pedidos para retirada, evitando filas e aglomerações na praça de alimentação.

2 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]