Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
uva sem sementes
A Thompson é a uva sem sementes mais conhecida no mundo.| Foto: Bigstock

A simpatia das sementes de sete uvas faz parte do ritual da noite de ano-novo de muita gente, mas dá um trabalho danado na hora de comer durante a ceia. Que tal substituí-la pelas variedades sem caroços e deixar a brincadeira para as lentilhas e as romãs? A versão da uva sem sementes faz sucesso nas gôndolas de mercado há alguns anos e, volta e meia, surge a dúvida: de onde vêm as opções sem as incômodas sementinhas?

uva sem sementes
As uvas Gota de Mel (Vitória), Crimson e Thompson são as mais vendidas da Banca do Adalto. Foto: Guilherme Grandi/Gazeta do Povo.

De acordo com o pesquisador João Dimas Garcia Maia, coordenador do Programa de Melhoramento Genético da Embrapa Uva e Vinho, a uva sem semente é resultado do cruzamento genético de uvas naturalmente sem sementes - como a Thompson e a Crimson - com outras espécies. "São pesquisas constantes que permitem novos tipos de uva, sem sementes e mais doces".

Foi por meio das pesquisas que a Embrapa introduziu, neste ano, uma nova variedade que promete chacoalhar o mercado para os apreciadores: a uva Melodia. "Ela chama muita a atenção por um sabor característico diferenciado que possui de frutas vermelhas, que alguns reconhecem como de 'tutti-frutti'", explica o pesquisador. A Melodia tem cor rosada, é bem doce, totalmente sem sementes, e com casca fácil de mastigar. "Outra vantagem é que ela também produz o ano todo, trazendo retorno econômico maior, inclusive para exportação", completa o pesquisador.

Matrizes

Foi a partir de duas matrizes de uvas que surgiram - e continuam a surgir - outras variedades de uvas sem sementes. Também conhecida como ‘Sultanina’, ‘Sultana’ e ‘Kishmish’, a uva Thompson Seedless é considerada a mais importante uva naturalmente sem sementes no mundo.

Além de branca e roxa, ela também tem uma variedade rosada com um sabor mais equilibrado, mas igualmente adocicada. A Thompson costuma ser mais usada como um aperitivo antes do jantar. Além das versões importadas, essas variedades são plantadas no Vale do Rio São Francisco, em Pernambuco.

Já a Crimson, outra versão internacionalmente conhecida, que vai da coloração vermelha ao vinho escuro, é muito procurada para o preparo de sobremesas da ceia de ano-novo.

Variedades nacionais

Com tecnologia totalmente nacional, a Embrapa Uva e Vinho desenvolve, além da nova Melodia, cinco variedades sem sementes resistentes às condições climáticas brasileiras com um teor adocicado elevado. Na variedade branca, são dois tipos: a Linda, crocante e com sabor neutro, e a Clara, de sabor moscatel leve e agradável. A Morena, de sabor neutro, cujo equilíbrio entre açúcar e acidez é muito elogiado pelos consumidores, é considerada uma uva preta. Por fim, há a uva vermelha, a Isis, de sabor neutro e agradável para consumo in natura).

uva sem sementes
A uva Vitória importada do Chile é uma das mais vendidas na Banca da Júlia, no Mercado Municipal de Curitiba. Foto: Guilherme Grandi/Gazeta do Povo.

Porém, a variedade de uva sem sementes mais cultivada no Brasil é a Vitória, introduzida pela Embrapa em 2012, que pode ser plantada o ano inteiro. Vendida em alguns lugares com o selo Gota de Mel por conta do seu teor adocicado, ela tem sabor que lembra a framboesa e coloração preta e se adaptou ao cultivo em todas as regiões do país, porém é mais produzida no Vale do Rio São Francisco e é exportada para diversos países.

A Vitória também é encontrada em uma variedade importada do Chile que vem chamando muito a atenção dos consumidores. A Vitória é muito semelhante à Thompson, mas com um teor de açúcar ainda maior e mais destacado.

uva sem sementes
A uva Melodia tem sabor diferenciado de frutas vermelhas, que alguns reconhecem como de 'tutti-frutti'.| Juliana Leite/Embrapa

Uva ‘pimenta’

uva sem sementes
A uva dedo-de-moça foi desenvolvida nos Estados Unidos. Foto: BigStock.

Há, ainda, uma variedade de uva sem semente inusitada e um pouco difícil de ser encontrada em qualquer mercado: a uva dedo-de-moça ou dedo-de-bruxa. A ‘sweet sapphire’ chegou ao Brasil em meados de 2013 em uma fazenda da cidade de Petrolina, na Bahia, de onde saem mais de 400 toneladas da fruta ao ano – metade destinada à exportação.

Com um formato alongado semelhante a uma pimenta, a dedo-de-moça foi desenvolvida nos Estados Unidos há cerca de uma década através de melhoramentos genéticos para dar mais sabor ao fruto.

Dica importante

Na hora de comprar, a melhor uva sem semente (ou com, também) é aquela de consistência mais firme e brilhante. Se estiver pálida, já não está mais tão fresca. Também é importante verificar se os grãos estão devidamente presos aos caules. Agora que você já sabe tudo sobre as uvas sem sementes, é só aproveitar!

1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]