Bom Gourmet

Prêmio Bom Gourmet

Qual é melhor cachorro-quente de Curitiba? Dê o seu voto

Tradicional ou com recheios especiais, qual você prefere? Conheça os finalistas do Sabor Popular 2017 e vote no melhor cachorro-quente de Curitiba

por Carla Rocha e Aléxia Saraiva, especial para a Gazeta do Povo Publicado em 11/07/2017 às 10h
Compartilhe

Não tem como resistir a um bom cachorro-quente na hora da fome, seja durante o dia ou à noite. E o melhor é que cada um reserva nos seus ingredientes uma surpresa diferente: impossível não ter um preferido. Agora cabe a você dizer qual merece ser o Sabor Popular de 2017!

Então não perca essa chance: acesse o site do Prêmio Bom Gourmet 2017 e garanta que seu preferido seja o novo Sabor Popular! Conheça abaixo os finalistas da categoria:

Mad Max, do Cachorro Loko

Cachorro-quente Mad Max, do Cachorro Loko. Indicado a melhor cachorro-quente pelo Sabor Popular 2017

Cachorro-quente Mad Max, do Cachorro Loko. Indicado a melhor cachorro-quente pelo Sabor Popular 2017

O máximo da loucura, essa é a tradução literal do cachorro quente mais pedido do Cachorro Loko: o Mad Max. Preparado com salsicha tipo americana, creme de gorgonzola, bacon e cebola frita, molho de mostarda e mel e batata chips de acompanhamento, os sabores conquistaram a preferência do público. Há cinco anos nas ruas, o estabelecimento começou com um carrinho de cachorro quente, muito comuns em Curitiba, mas para atender o curitibano exigente buscou investir nas instalações e hoje o Cachorro Loko segue a linha dos food trucks. Preço: R$ 15.

Nhatacas de Juca, do Green Dog

Cachorro-quente Nhatacas de Juca, do Green Dog. Indicado a melhor cachorro-quente pelo Sabor Popular 2017

Cachorro-quente Nhatacas de Juca, do Green Dog. Indicado a melhor cachorro-quente pelo Sabor Popular 2017

Feito para agradar gregos e troianos, o Nhatacas de Juca (que, como todos os pratos do cardápio, revela seu segredo na inversão das palavras: castanha de caju) tem uma combinação única. Junto do pão, da salsicha e da maionese, o lanche leva queijo gorgonzola, catupiry e o principal diferencial, castanha de caju. Além disso, a receita inclui purê de batata, tomate, milho, farofa e batata palha. O Green Dog funciona há 10 anos e procura sempre usar ingredientes consagrados para criar receitas únicas. Originalmente pensado para o público vegetariano, o lanche fez tanto sucesso que também passou a ter uma versão com a salsicha tradicional. Preço: R$ 12.

cachorro-quente crocante da barraca do cláudio

Cachorro-quente Crocante da Barraca do Claudio. Indicado a melhor cachorro-quente pelo Sabor Popular 2017

Não é à toa que o Crocante foi batizado com esse nome. A batata palha e o bacon em cubos são o segredo do lanche que é o preferido entre os fãs da Barraca do Claudio. O cachorro-quente ainda leva salsicha, frango desfiado, tomate, milho verde, maionese e catupiry ou cheddar. O Crocante, assim como todo o cardápio, foge do cachorro-quente tradicional, ao mesmo tempo que preza pela excelência dos ingredientes usados. A Barraca do Claudio abriu em 1998, e ganhou em 2002 o espaço que ocupa até hoje, no Tarumã. Preço: R$ 13,50.

Compartilhe

8 recomendações para você