Bebidas

Cúpula da Cachaça

33 cachaças do Sul disputam o título de melhor “marvada” do Brasil

Ao todo 250 rótulos de 17 estados participam da fase final do 3.º Ranking Cúpula da Cachaça que no começo de 2018 vai eleger a Cachaça do Ano

por Bom Gourmet Publicado em 17/11/2017 às 09h
Compartilhe

Não é só Minas Gerais que tem cachaça boa. A “pinga” de qualidade está disseminada por todo o Brasil. É o que mostra a primeira fase do 3.º Ranking Cúpula da Cachaça, maior concurso dedicado ao destilado tupiniquim, que no começo de 2018 vai eleger a melhor “marvada” do país. A competição é realizada a cada dois anos.

A primeira fase, a do voto popular, transcorreu de 7 de setembro a 7 de novembro, período no qual qualquer pessoa, munida de CPF, poderia indicar até três de suas cachaças preferidas no site do concurso. No total, 43.176 pessoas registraram seus votos, um aumento de 95% em relação aos 22,1 mil votantes da segunda edição, em 2016.

Mais de 1,1 mil rótulos receberam indicações. As cachaças passaram por um pente fino para checar se estão legalizadas junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e em circulação no mercado. As 250 mais votadas (veja quais são) serão agora avaliadas por um painel de 50 especialistas que irá selecionar as 50 finalistas.

A última fase será uma degustação às cegas dos 50 rótulos. Durante dois dias, no último final de semana de janeiro, os 12 integrantes da Cúpula da Cachaça se reunirão na Cachaçaria Macaúva, em Analândia (SP). A prova avaliará aspectos visuais, olfativos e sensoriais de cada bebida. A média ponderada dos votos definirá as posições no Ranking e a ‘Cachaça do Ano’.

A região Sul compete com 33 cachaças, sendo 6 do Paraná, 8 de Santa Catarina e 19 do Rio Grande do Sul. O estado com o maior número de rótulos competindo é Minas Gerais (75), seguido por São Paulo (37) e Rio de Janeiro (33).

Edição de 2016

Apesar da produção pequena, a cachaça paranaense foi destaque na segunda edição da Cúpula da Cachaça, em 2016. A Porto Morretes Premium, produzida em Morretes, no litoral do Paraná, foi eleita Cachaça do Ano.

No mesmo concurso, mais duas paranaenses ficaram na top ten: a Companheira Extra Premium, da cachaçaria Companheira, em Jandaia do Sul, conquistou o 3º lugar, e a Porto Morretes Tradição, que ficou em 7º.

LEIA TAMBÉM

Cachaças do PR conquistam medalhas em concurso em Minas Gerais

Entrevista com Manoel Agostinho Lima: “Trabalho para quebrar o preconceito da cachaça”

Vídeo: aprenda a maneira correta de degustar cachaça

Compartilhe

8 recomendações para você