Bebidas

Tim tim!

Os restaurantes em Curitiba que não cobram rolha no jantar

O Bom Gourmet fez uma seleção de lugares onde o cliente é livre para levar o rótulo de sua preferência para acompanhar a refeição

por Flávia Schiochet Publicado em 28/04/2017 às 15h
Atualizado em 27/11/2018 às 18h
Compartilhe

Uma boa refeição pede um vinho à altura, por isso selecionamos os restaurantes de Curitiba que não cobram rolha no jantar. Às vezes, esse vinho está na adega do cliente e não na do restaurante. Ou o cliente prefere comprar um vinho especial e escolher o local que vai jantar em outro momento.

Nestes casos em que o cliente leva sua própria bebida, alguns restaurantes cobram a taxa rolha, que pode ser um percentual do valor da garrafa ou uma taxa padrão, que independe do rótulo escolhido. O Bom Gourmet lista os restaurantes de Curitiba que não cobram rolha e que mesmo assim providenciam o serviço de taças, sommelier, decanter e resfriamento.

Restaurantes de Curitiba que não cobram rolha

Cordon Blanc

restaurante cordon blanc em curitiba

O prato preferido do proprietário Luiz Blanchet: lagosta ao molho béanaise. Foto: Henry Milléo.

O restaurante localizado no Bacacheri, e que tem cardápio de inspiração francesa, funciona de terça a sábado e não cobra rolha em nenhum dia. Sem restrições, o cliente pode levar o seu vinho ou espumante de preferência durante todo o expediente do restaurante.

Serviço

***

L’Épicerie

l'epicerie curitiba

Foto: Mel Gabardo/Gazeta do Povo.

O restaurante L’Épicerie, que trabalha com cozinha clássica francesa à la carte, tem rolha livre. O cliente pode levar o seu vinho ou espumante de preferência durante todo o expediente do restaurante. Somente quando o restaurante está participando de algum festival gastronômico, a rolha é cobrada (R$ 30).

Serviço:

***

Pata Negra

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Especializado em cozinha espanhola, o restaurante Pata Negra, tem rolha livre durante todo o seu expediente. Ele fica aberto de segunda a domingo das 11h30 às 23h30. O cliente pode levar o vinho ou espumante de sua preferência.

Serviço:

***

Old West Restaurant

O restaurante não cobra rolha de terça a quinta e é mais conhecido pelas carnes e pratos mexicanos. Os destaques são o steak au poivre, feito com filé mignon flambado no conhaque e servido com pimenta escura, batata ralada gratinada com queijo provolone e legumes na manteiga (R$ 64 individual e R$ 108 para duas pessoas) e o Mexican Combo Valiente (R$ 118), um combo mexicano para duas pessoas composto de 300 gramas de filé mignon ao molho tampiqueña (tomate com caldo de carne) e acompanha dois tacos, duas enchiladas, guacamole e feijão mexicano.

Serviço

***

Ibérico

No restaurante Ibérico, os pratos são espanhóis e portugueses, como o pastel de nata. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

No restaurante Ibérico, os pratos são espanhóis e portugueses, como o pastel de nata. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

O restaurante de comida portuguesa e espanhola não cobra rolha em nenhum dia. Dentre os pratos especiais estão a espanhola paella marinera (R$ 74,  individual), feita com frutos do mar, e o português Bacalhau à Tradição (R$ 89,90, individual – 250 g). De sobremesa, churros com doce de leite (R$ 21, três unidades) ou pastel de Belém (R$ 12 a unidade). Às terças-feiras tem menu com entrada, prato principal e sobremesa para o jantar por R$ 69,90 por pessoa.

Serviço

 ***

Limoeiro Restaurante

O restaurante não cobra rolha. A carta de vinhos tem 12 rótulos, com preços entre R$ 49,90 e R$ 79,90 a garrafa e também em taça (R$ 14,90). Dentre os destaques do cardápio está nhoque de batata-doce com costelinha suína e castanha-do-pará (R$ 42,90), cordeiro à libanesa com purê de batata e cebola frita, lâmina de amêndoas e salada de tomate e cebola (R$ 49,90), entrecôte grelhado com risoto de pupunha (R$ 42,90). Os pratos são individuais.

Serviço

***

Terrazza 40

Restaurante Terrazza 40 tem vista panorâmica da cidade. Foto: Divulgação

Restaurante Terrazza 40 tem vista panorâmica da cidade. Foto: Divulgação

Desde sua abertura, a rolha é livre nas noites de segunda-feira. O Terrazza 40, casa que funciona no 40º andar com vista panorâmica da cidade, tem cardápio com preparos uruguaios e italianos, como o mignon à Wellington, servido com nhoque ao molho de queijo gouda (R$ 69,40), e o bife de chorizo, com 600 g (R$ 79,40). A adega do Terrazza 40 fica no 38º andar do prédio com cerca de 300 rótulos de 18 países que custam entre R$ 60 e R$ 2.700, com 30 opções de garrafas com volume de um quarto e meia garrafa.

Serviço

***

Bobardí

O polvo é servido com batatas e custa R$ 69. Foto: Marcelo Krelling/Divulgação

O polvo do restaurante Bobardí é servido com batatas e custa R$ 69. Foto: Marcelo Krelling/Divulgação

A casa tem carta de vinhos com cerca de 90 rótulos que vão de R$ 59 (garrafa de 750 ml) a R$ 980, mas não cobra rolha. Também vende a bebida em taça (a partir de R$ 19). O mote do Bobardí são releituras de clássicos da gastronomia internacional, como a Burrata Bobardí (R$ 66), o Polvo com Batatas Assadas (R$ 121) e o Fantástico Bolo de Chocolate (R$38).

Serviço

***

Tom Espaço Gastronômico

O restaurante do hotel Bourbon Convention Hotel não cobra rolha na primeira garrafa. A partir da segunda, são cobrados R$ 30 por garrafa. Funciona no almoço e no jantar, que podem ser sistema buffet ou sugestão do chef (R$ 66 no almoço e R$ 74 no jantar), a depender do dia. No jantar, tem sempre opção à la carte com opções de menu completo de R$ 57 a R$ 65. A casa tem carta de vinhos com cerca de 60 rótulos (entre R$ 60 e R$ 350) e serve vinho em taça (R$ 23).

Serviço

***

Kandoo Culinária Japonesa

O Kandoo Culinária Japonesa tem rolha zero tanto no almoço quanto no jantar. Entre os destaques da casa, o combinado dos favoritos (R$ 83,90), com 4 sashimis de salmão no maçarico, 4 sashimis de salmão black, 4 sashimis de atum, 2 niguiris sriracha, 2 niguiris acevitados, 2 niguiris joy, 2 niguiris de shimeji e 8 uramakis.

Serviço

***

Pantucci Trattoria

O restaurante nunca cobrou rolha e mantém uma carta de vinhos assinada pelo sommelier Fabio Cardoso com cerca de 100 rótulos, e alguns rótulos são vendidos em taça (R$ 13). Caso o cliente opte por alguma promoção ou festival, a casa não disponibiliza a rolha livre. A taxa é de R$ 30 por garrafa. A trattoria serve pratos individuais e tem algumas opções para duas pessoas, como o pernil de cordeiro com brócolis e batata rústica (R$ 115,90, para duas pessoas). Outros destaques do cardápio são a parmegiana de mignon com purê de mandioquinha (R$ 56,90, individual) e o confit de pato com polenta cremosa (R$ 55,90, individual).

Serviço

***

La Linda

No bife de chorizo, como este do restaurante La Linda, a gordura fica na lateral. A peça é retirada do miolo do contrafilé, na parte traseira do animal. Foto: divulgação

Bife de chorizo do restaurante La Linda. Foto: Divulgação

Se o vinho for argentino, a rolha é livre em qualquer dia e horário. Caso o vinho seja de outro país, a taxa é de R$ 25 por garrafa. O restaurante argentino é especializado em cortes de carne argentinos, como asado de tira (R$ 49), bife de chorizo (R$ 57), ojo de bife (R$ 57), vacio (R$ 51), tapa de cuadril (R$ 69) e o matambre a la pizza (R$ 51).

Serviço

 ***

Prime Grill Curityba

Parrilla do Prime Grill Curityba. Foto: Divulgação

Parrilla do Prime Grill Curityba. Foto: Divulgação

A churrascaria especializada em carnes nobres tem rolha livre. O sistema é por pessoa (R$ 49,90 em dias de semana e R$ 59,90 aos finais de semana), com rodízio de carnes e buffet com 20 pratos frios, 16 quentes e 10 pratos da culinária japonesa, além de bebidas inclusas (água, suco, refrigerante, batidinha e café espresso). A casa dispõe de uma carta de vinhos com 40 rótulos, entre tintos e brancos chilenos e argentinos, espumantes e tintos brasileiros e frisantes italianos (de R$ 40 a R$ 79).

Serviço

***

Restaurante Cenacolo

Foto: Divulgação

O restaurante deixou de cobrar rolha em 2017. A casa oferece 120 opções de vinhos com preços a partir de R$ 49,50, além de vinhos em taça e meia garrafa. Entre os destaques do cardápio estão o Linguado Papelote, servido com purê de mandioquinha (R$ 59,10), e o Filé Enrico (filé mignon grelhado ao molho Marchand Du Vin), servido com conchiglione quatro queijos (R$ 56,20).

***

Saanga Grill

Foto: Gerson Lima / Divulgação.

O restaurante não cobra rolha em nenhum dia da semana. Quem optar por escolher um vinho no restaurante encontra mais de 50 rótulos que variam de R$ 55 a R$ 400. No cardápio, os destaques são o palmito assado (R$ 35) e a paleta de cordeiro (R$ 160 para duas a três pessoas), acompanhada de tagliatelle na manteiga, brócolis e cebola assada.

***

Madero Steak House

As unidades do Madero Steak House não cobram rolha. Os clássicos da casa são o Cheeseburguer Tradicional (R$ 39) e o Bife de Chorizo (R$ 63), com acompanhamento a escolha, como farofa, arroz, fritas ou salada.

Serviço: Madero Prime Steakhouse São Francisco, Madero Steak House Batel, Madero Steakhouse Cabral, Madero Steakhouse Champagnat, Madero Steakhouse Comendador, Madero Steakhouse Jardim Social, Madero Steakhouse Palladium, Madero Steakhouse Pátio Batel, Madero Steakhouse Shopping Estação.

***

Bull Prime

t-bone

Bull Prime oferece opções diárias em seu cardápio, como é o caso do T-bone. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

O restaurante não cobra rolha em nenhum dia. Possui sistema à la carte e pratos executivos no almoço de segunda a sexta-feira. As opções de pratos executivos custam a partir de R$ 46 e incluem uma salada de entrada e uma sobremesa.

Serviço: Bull Prime Silva Jardim e Bull Prime Pátio Batel.

***

Bistrozinho do David

O restaurante, que abre todos os dias, não cobra rolha. No cardápio, massas e frutos do mar. Entre as opções, talharim em champanhe e camarões (R$ 59) e mexilhões acompanhados de batatas fritas (R$ 59).

Você conhece outros restaurantes de Curitiba que não cobram rolha? Mande sua sugestão para bomgourmet@gazetadopoo.com.br

Compartilhe

8 recomendações para você